sábado, junho 09, 2012

Espanha "colhida" pela Troika


A agência norte-americana  de notação financeira Fitch decidiu cortar o ‘rating' da dívida espanhola em três níveis. Espanha passa assim de ‘A' (nível máximo) para ‘BBB', apenas dois níveis acima da classificação considerada ‘lixo'. "Os custos orçamentais da reestruturação e recapitalização do sector bancário espanhol é agora estimado pela Ficth em cerca de 60 mil milhões de euros", o que corresponde a 6% do produto interno bruto (PIB) espanhol, nota a agência em comunicado. No mesmo documento a Fitch admite que este valor possa ascender a "100 mil milhões de euros (9% do PIB) num cenário mais severo".

Há dois anos, pressionada pelos mercados, foi a Grécia, um ano depois Portugal e agora passado mais uma ano chegou a vez da Espanha que não deve aguentar muito mais tempo sem ter de pedir ajuda financeira e assim cair nas malhas da Troika. A história repete-se, as soluções são as mesmas assim como as consequências; austeridade, ataque ao estado social e aos direitos para que os principais responsáveis pelo descalabro, a banca, seja de novo financiada. 

4 comentários:

  1. Anónimo9/6/12 00:15

    Olé!!! Bem esgalhada a imagem! Parabéns.

    A troika é que é lixo!

    ResponderEliminar
  2. Anónimo9/6/12 11:29

    Olé!!!Mas a espanha está livre dum baillout


    até ao fim de hoje.É sempre a mesma conversa.A maioria dos consumidores,como se usa dizer em linguajar democrata,nem sequer repara.Tal a propaganda.A próxima é a Itália 'gerida' pelo mais rico proprietário-berlusconi,o clown putanheiro!!Há aqui umas cabeças q defendem q os apises devem ser geridos por patrões pq eles é q sabem levar as empresas deles a bom porto.VÊ-SE MUITISSIMO BEM.Esta gente não DEVE ter direito a exprimir ideias de merda e prejudiciais a t5ecido social.Esperemos por Itália,rapaces...se calhar é altura de haver uma guerra...

    ResponderEliminar
  3. Mais um belo cartaz das tristes "lides" europeias.
    Como conseguiste descobrir tal expressão na cara do Rajoy?
    Está muito bom!

    ResponderEliminar
  4. A Espanha não se livra do FMI assim tão facilmente como diz Rajoy. Uma coisa é o que se diz para enganar o povo, outra coisa é a realidade.

    ResponderEliminar

Ocorreu um erro neste dispositivo