domingo, julho 29, 2012

Anjinhos do diabo


Um grita por austeridade, por custe o que custar, que se lixem as eleições, o outro escreve cartas aos militantes a dizer que mais impostos nem pensar. Ambos fazem parte do mesmo governo e ambos têm culpas repartidas nas consequências das suas politicas, como o desemprego, a pobreza, a miséria e o derrapar das contas públicas com a divida a aumentar de dia para dia sem se ver ainda o fundo do buraco em que continuamos a cair. Um faz de mau o outro quer mostrar-se um santinho, mas quem paga é sempre o mesmo.

2 comentários:

  1. Tudo isto é já uma Ilusão

    O Real é Imaginário, o Capitalismo está à Deriva boiando de Significante em significante, não dizendo Nada.

    Marx, afinal, tinha razão.
    Mao Ze Dong anteviu.
    (Convém ler melhor estes velhos...com calma, sem pressas, easy, slow..)

    E agora?
    Que Faire?

    Pois, agora é a parte em que temos de Repensar.

    Não sejam medrosos,
    Agora é que Pode Ser.

    Porque
    já estamos na Rua
    já nem os queremos
    já nem temos tantas certezas sobre o nosso Saber
    Já estamos fartos de dizerem que nem haverá Futuro

    Pois
    O Futuro começa já Hoje.
    Minuto a minuto.
    Não a Não.


    É agora.

    ResponderEliminar
  2. Era suposto os anjos não terem sexo. Mas estes apresentam-se com apetitosas maminhas. São anjos assexuados mas já aptos para poderem adoptar uma tenra criancinha? Do sexo masculino, obviamente?

    ResponderEliminar

Ocorreu um erro neste dispositivo