domingo, julho 01, 2012

Assalto ao Metro do Porto


 

 A nova gestão da Metro está presa por um nome, vetado pela Comissão de Recrutamento para a Administração Pública. Gaia culpa Rio, que denuncia pressões no Governo para prejudicar o ministro da Economia.[JN].
O presidente da Câmara de Matosinhos, Guilherme Pinto afirmou que «vergonha que se passou ontem no Metro do Porto tem alguma coisa a ver com a crise que temos ou tem a ver com a incapacidade deste Governo de decidir o que quer que seja porque anda a hesitar entre o cartão azul e o cartão laranja ou entre o homem do Porto e o homem de Gaia, dando um espectáculo ao país deplorável de alguém que não é capaz de decidir coisa nenhuma»

Não quero saber quem vai gerir o Metro do Porto porque seja o amigo do Rui Rui, do Álvaro ou do do Luís Filipe Menezes, a escolha será certamente partidária e mais preocupada com amizades que em competências. O que vejo é mais um triste espectáculo de favores, boys e jobs. Esta é a clareza que este governo prometeu que quando fosse eleito ia escolher os melhores e os mais aptos para ocupar os lugares mas que afinal mostra ser igual ou pior que todos os outros. A merda continua.

2 comentários:

  1. Anónimo1/7/12 12:35

    Claro,como foram isentas de jobs for the boys aquando o cavaco foi 1º ministro!ferreira do amaral,o gajo de gOUVEIA ou Manteigas,isaltino,duarte lima, e essa corja toda do psd que deveria desaparecer do mapa

    ResponderEliminar
  2. Anónimo1/7/12 14:35

    Já quando foi para a construção do Metro do Porto, este gang não se entendia e finalmente, depois de muito porfiar lá conseguiram fazer a coisa.
    Agora, repete-se a cena, é que, quando só há um osso e muitos cães....

    ResponderEliminar

Ocorreu um erro neste dispositivo