segunda-feira, setembro 03, 2012

Não troiko nada


«Levaremos este programa de mudança até ao fim e com ambição precisamente porque queremos concluí-lo tão rapidamente quanto for possível, porque queremos os resultados da inversão da situação do país, porque não queremos ficar entregues a dez ou vinte anos de estagnação e de desespero. Só executando este programa com ambição é que poderemos estar à altura das nossas legítimas aspirações», disse Pedro Passos Coelho.

Custe o que nos custar  porque certamente a ele, ao Relvas, ao Catroga, ao Borges, aos assessores do governo e outra camarilha do género não custa nada. É até uma forma de investimento no futuro, no deles claro que para nós sobra um país sem esperança nem alternativas que não sejam a da pobreza, dos baixos salários e do trabalho sem direitos. Curiosamente parece ainda haver muitos portugueses que o consideram como um destino traçado, tanto do lado dos que consideram ser merecedores de mordomias como dos que aceitam a miséria como futuro.

6 comentários:

  1. Anónimo3/9/12 14:15

    Isto é o que fez o François Hollande (não palavras mas... actos) em 56 dias de governo e no cargo de Presidente. Tal facto tem sido escondido pela imprensa portuguesa por orientação do ministro da propaganda, Relvas, e com a cumplicidade do próprio Passos, que não faz qualquer referência para que os portugueses não façam comparações entre o que é feito como prometido pelos socialistas franceses, e com o que este regime passista não faz, apesar da exaustiva promessa eleitoral em que iria abater as "gorduras", entre outras mentiras. Os dados que aqui constam são oficiais, e foram traduzidos do Le Monde :





    - Suprimiu 100% dos carros oficiais e mandou que fossem leiloados; os rendimentos destinam-se ao Fundo da Previdência e destina-se a ser distribuido pelas regiões com maior número de centros urbanos com os suburbios mais ruinosos.

    - Tornou a enviar um documento (doze linhas) para todos os órgãos estatais que dependem do governo central em que comunicou a abolição do "carro da empresa" provocativa e desafiadora, quase a insultar os altos funcionários, com frases como "se um executivo que ganha € 650.000/ano, não se pode dar ao luxo de comprar um bom carro com o seu rendimento do trabalho, significa que é muito ambicioso, é estúpido, ou desonesto. A nação não precisa de nenhuma dessas três figuras " . Fora os Peugeot e os Citroen. 345 milhões de euros foram salvos imediatamente e transferidos para criar (a abrir em 15 ago 2012) 175 institutos de pesquisa científica avançada de alta tecnologia, assumindo o emprego de 2560 desempregados jovens cientistas "para aumentar a competitividade e produtividade da nação."

    - Aboliu o conceito de paraíso fiscal (definido "socialmente imoral") e emitiu um decreto presidencial que cria uma taxa de emergência de aumento de 75% em impostos para todas as famílias, líquidas, que ganham mais de 5 milhões de euros/ano. Com esse dinheiro (mantendo assim o pacto fiscal) sem afetar um euro do orçamento, contratou 59.870 diplomados desempregados, dos quais 6.900 a partir de 1 de julho de 2012, e depois outros 12.500 em 01 de setembro, como professores na educação pública.

    - Privou a Igreja de subsídios estatais no valor de 2,3 milhões de euros que financiavam exclusivas escolas privadas, e pôs em marcha (com esse dinheiro) um plano para a construção de 4.500 creches e 3.700 escolas primárias, a partir dum plano de recuperação para o investimento em infra-estrutura nacional.

    ResponderEliminar
  2. Anónimo3/9/12 16:45

    ai, podes crer, além do pote para a famelga e os boys, não troiko nada ...

    ResponderEliminar
  3. Anónimo3/9/12 18:16

    http://www.cmjornal.xl.pt/detalhe/noticias/exclusivo-cm/estado-com-529-novos-veiculos
    http://www.youtube.com/watch?v=bzmcZrNuhgI
    http://www.youtube.com/watch?v=9GOxvwI8xmk
    http://www.youtube.com/watch?v=wusiy0Z9oAo
    http://www.youtube.com/watch?v=V85u-EsgigM



    ATENÇÃO EM PORTUGAL NÃO HÁ CORRUPÇÃO NEM O GOVERNO É CORRUPTO!?!?!?!?!?!?

    ResponderEliminar
  4. Anónimo3/9/12 18:56

    Os bons exemplos estes de cá não os seguem,não!Pq será?!?Pq não são gente de bem!Canalhas delinquentes!

    ResponderEliminar
  5. Anónimo3/9/12 19:53

    Olhem que bom, por cá não há corrupção nem compadrio nem roubos nem lesas-património nem biliões depositados em paraísos fiscais nem famílias favorecidas nem amigos favorecidos nem pensões chorudas a quem nunca trabalhou nem "desvios" a quem sempre trabalhou nem injustiças, etc etc etc por aí fora!
    Enfim o país ideal para todos nós, os pagantes de TODA ESTA MERDA!
    Se assim é porque estamos na TAL MERDA que a GENTALHA a quem chamamos GOVERNANTES E POLÍTICOS quer "custe o que custar" que ignoremos como se TUDO FOSSE NORMAL??
    Alguém me esclareça, por cem anos que viva não percebo!...

    ResponderEliminar
  6. Car kaos, uma ideia para UM BONECO, SE AINDA NÃO FIZESTE: E QUE TAL um Pedro Passos, Coelho Mãos de Tesoura? Baseado no Eduardo mãos de tesoura. Fica sugestão.

    ResponderEliminar

Ocorreu um erro neste dispositivo