segunda-feira, outubro 15, 2012

Dia da entrega do Orçamento


11 comentários:

  1. http://expresso.sapo.pt/portugueses-querem-gaspar-fora-do-governo=f759749

    ResponderEliminar
  2. Talvez que ainda tire da cartola algum coelho ...

    ResponderEliminar
  3. E que tal gozar com essa ave raríssima que dá pelo nome de CARLOS ABREU DE AMORIM?
    Não há discurso na assembleia feito pelo Coelho que não apareça o glorioso paquiderme a bater as palmas de contentamento.
    Nuno Magalhães, deputado do CDS-PP, chama-lhe, com amizade, "a minha querida gorda". Santana Lopes não suportava as crises de flatulência de C.A. de Amorim. Algumas dessas crises faziam até mesmo lembrar os célebres violinos de Chopin.
    Uma das deputadas do PSD diz mesmo que o problema não é das flatulências, mas sim do enorme cheiro a sovaco que o homem fede, assim que bate palmas ao primeiro-ministro.
    CARLOS ABREU DE AMOTIM, este cromo precisa de ser desmontado.

    ResponderEliminar
  4. CARLOS ABREU DE AMORIM FEDE PROTECÇÃO AO COELHONE E AO PSD COM QUALQUER INTENÇÃO QUE TEM ESCONDIDA NA MANGA, COMO OUTROS!
    SER "POLÍTICO" NESTE PAÍS É FÁCIL, BASTA TER "AMIZADE" COM OS BORRABOTAS DOS PARTIDOS, SER MENTIROSO E PORTANTO TER "LATA"!
    O "HOMENZÃO" É INSUPORTÁVEL!...
    E AMBICIOSO COMO OUTROS!...

    ResponderEliminar
  5. O que esse palhaço do Vítor Gamar se prepara para apresentar hoje, não é, de forma alguma, um Orçamento Geral do Estado.

    O que ele vai apresentar é um Orçamento Golpe do Estado!

    ResponderEliminar
  6. Estes criminosos coadjuvados pelos bandidos e agiotas do BCE, Comissão Europeia e FMI, preparam-se para progressivamente transformar Portugal numa espécie de Gueto de Varsóvia – criado pelos Nazis em 1939, logo após a ocupação da Polónia.

    Quando um Estado começa a cobrar impostos aos cidadãos acima do limite do razoável, já não são impostos, são roubos descarados e ilegais. Roubos que condenam à miséria, à fome, à doença milhões de pessoas. Isto configura-se como sendo um genocídio!

    Os Nazis fizeram algo parecido em Varsóvia. Começaram por confiscar os bens das suas vítimas, obrigaram-nos a trabalhar como escravos (fornecendo-lhes rações limitadas a 184 kcal/dia), abandonando-os à sua sorte. É bom lembrar que um ser humano adulto necessita em média de cerca de 2200 kcal/dia. As primeiras vítimas foram naturalmente os mais velhos, doentes e as crianças. Muitos se suicidaram em desespero. Da população inicial de cerca de 400.000 pessoas, sobreviveram ao gueto 11.500!

    Neste momento verifica-se em Portugal um aumento generalizado da fome e inanição. São cada vez mais frequentes os relatos de crianças que desmaiam nas Escolas logo pela manhã, por não terem ingerido o que quer que seja ao pequeno-almoço. Muitos cidadãos doentes, em especial idosos, já não conseguem comprar a medicação que necessitam para terem uma qualidade de vida aceitável. Cada vez há mais e mais desempregados que já não sabem o que fazer para encontrar trabalho. E os que conseguem encontrar, encontram autêntico trabalho escravo. Mal pago, sem quaisquer direitos, sem qualquer segurança, sem qualquer dignidade!

    Disseram-nos até à exaustão que vivemos acima das nossas possibilidades – o que é no mínimo pôr a questão de uma forma muito simplista (isso convém a alguns) – pois não foi bem isso o que se passou! Mas uma análise esclarecedora deste tema ocuparia muitas linhas – fica para um próximo comentário.

    ResponderEliminar
  7. Mas algo não bate certo!

    Então dizem-nos que vivemos acima das nossas possibilidades e – espanto dos espantos - dizem-nos agora e de novo que temos que continuar a viver acima das nossas possibilidades!!!!!!!

    Passo a explicar: querem que paguemos IRS acima daquilo que são as nossas possibilidades, IMI acima das nossas possibilidades, todo o tipo de impostos e taxas acima das nossas possibilidades!

    No caso do IMI, chegou-me às mãos o caso de um proprietário cujos rendimentos anuais lhe dão o direito à isenção. Só faltava o valor patrimonial do imóvel permitir a dita isenção. O imóvel estava avaliado em cerca de 19.000 € (apartamento com + de 12 anos situado no limite exterior da Área Metropolitana do Porto).

    Novo limite de valor patrimonial que dá direito a isenção 68.896 €. Nova avaliação do dito imóvel 69.154 €!!!!! Aumento de 350% do valor do imóvel e uma diferença de 258 € acima do valor que permitia a isenção! Mas não passa de uma benigna coincidência. Pois! Uma conveniente, propositada e criminosa coincidência! Claro que sim!

    O proprietário viu o valor do seu imóvel passar de 19.000 € para cerca de 70.000 € e em quase 70.000 € o seu imóvel vale + 258 € do que o que seria necessário para ficar isento de pagar IMI!

    Vampiros FdP (e não, não significa Vampiros Fanáticos dos Pópós)!

    Mas afinal em que é que ficamos?

    Eu respondo: Se nos dizem que vivemos acima das nossas possibilidades (o que não é de todo o caso – mas O.K.), então NÃO VAMOS PAGAR TODO E QUALQUER IMPOSTO QUE CONSIDEREMOS ESTAR ACIMA DAS NOSSAS POSSIBILIDADES – PONTO!!!

    ResponderEliminar
  8. Infelizmente, o Palhaço em causa faz parte de um Circo que quer fazer de todos os Portugueses, Palhaços!

    ResponderEliminar
  9. Esse só é palhaço na criação do Kaos,mas ele e os outros são é uns grandes meliantes fascistas,e um dia destes ainda acabamos perseguidos e marcados,ou até gaseados...já faltou mais!
    ...

    ResponderEliminar
  10. vem lá buscar euros aqui, vem vem:

    http://www.noticiasaominuto.com/politica/7355/passos-n%C3%A3o-revela-se-pediu-factura-da-casa-de-f%C3%A9rias-arrendada#.UHynRYYU58F

    ResponderEliminar
  11. este gaijo no circo cardinal dava um show do carago "records de venda de bilhetese para circo, todos queriam ver o palhaco" assim assim acaba logo com a crise

    ResponderEliminar

Ocorreu um erro neste dispositivo