terça-feira, outubro 02, 2012

The Goldman Sucks



11 comentários:

  1. Mais um néctar de merda que somos obrigados a engolir sem querermos!
    São só PALHAÇOS INCONSEQUENTES!

    ResponderEliminar

  2. Lamento que não tenha havido um post a proposito da greve dos maquinistas.

    Noticia do Sol

    Há maquinistas que ganham 50 mil euros

    Os trabalhadores da CP – que hoje estão mais uma vez em greve, nomeadamente, contra os cortes salariais –, têm vencimentos anuais muito acima da média portuguesa. De acordo com a folha salarial da CP a que o SOL teve acesso, um inspector-chefe de tracção recebe 52,3 mil euros, há maquinistas com salários superiores a 40 mil euros e operadores de revisão e venda com remunerações que ultrapassam os 30 mil euros por ano.

    No total, os trabalhadores da CP dispõem de 195 itens que contribuem para ‘engordar’ a sua remuneração variável no final do ano. O número atípico de apoios, ajudas e subsídios tem contribuído para que a empresa engrosse a factura com remunerações. Em 2009 foi de 104,5 milhões de euros anuais (segundo os últimos dados disponíveis).

    «O salário dos maquinistas, por exemplo, engloba abonos de produção, subsídios fiscais, ajudas de custo e subsídio de agente único», explica fonte oficial da empresa pública. «Só por se apresentar ao trabalho, cada maquinista recebe mais de seis euros por dia, devido ao subsídio de assiduidade».

    Os diversos subsídios são resultado das negociações entre as várias administrações que têm passado pela empresa e os sindicatos de trabalhadores ao longo dos anos. Ao todo, representam mais de metade – 54,3% – dos encargos totais com salários.

    Apenas em subsídios de condução, a CP gasta cerca de quatro milhões de euros, aos quais se juntam 2,4 milhões de euros em prémios de condução e 3,3 milhões de euros em prémios de chefia.

    «O tempo médio de escala dos maquinistas é de oito horas por dia, num total de 40 horas semanais. Mas, em média, o tempo de condução está entre as três e as quatro horas diárias», sublinha a mesma fonte.

    Já as diuturnidades (subsídio por antiguidade) custam 3,3 milhões de euros à empresa e os gastos o pagamento por trabalho em dias de descanso não compensados ascendem aos 4,5 milhões de euros.

    Os trabalhadores da CP estão em greve às horas extraordinárias até ao final de Abril, devido ao anúncio de 815 despedimentos no grupo e aos cortes salariais exigidos pelo Governo. A CP prevê «fortes perturbações» na circulação de comboios, durante o dia de hoje.

    Também no Metropolitano de Lisboa, outra empresa detida pelo Estado, existem vencimentos de luxo. Há uma secretária administrativa que recebeu 64,6 mil euros em 2009, dos quais 5,7 mil dizem respeito a subsídios de carreira administrativa.

    No total, existem 14 técnicos superiores que ganham mais do que os vogais do conselho de administração. Um destes técnicos auferiu 114 mil euros em 2009, mais 42 mil euros do que o chairman.

    ResponderEliminar
  3. Por estas e muitas outras situações - mais graves ainda - é que somos um dos países onde se registam das maiores desigualdades de rendimento a nível europeu e mundial!

    ResponderEliminar
  4. Caro anónimo das 09:09,

    “PALHAÇOS INCONSEQUENTES???!!”

    PALHAÇOS – Sim, concordo que são PALHAÇOS.
    Mas são também outras coisas bem piores!

    Agora INCONSEQUENTES? – Pense melhor e vai perceber que não é bem assim!

    De fininho, mas em velocidade de cruzeiro, entre o turbilhão da crise e o caos gerado, este PALHAÇO é um bom exemplo de em executor de uma agenda que esteve muito tempo escondida. Alguns tentaram denunciar e alertar para a existência dessa agenda ainda antes das últimas eleições. Foi dito nessa altura que Passos Coelho e a sua entourage tinham uma “Agenda Escondida” e que se fossem Governo iriam aumentar impostos, reduzir salários, privatizar a “torto e a direito”, etc.. O Povo mais uma vez provou ser ingénuo e parvo e novamente ignorou os avisos (com a ajuda dos media). E o resultado foi o que se sabe. Por isso é que agora são famosas as afirmações do actual PM, durante a campanha, afirmando o contrário do que agora pratica!

    Que ninguém tenha dúvidas, se nada for feito, este PALHAÇO só vai parar quando acabar de executar a parte da dita “Agenda” que lhe foi atribuída. Ou seja, quando tiver privatizado tudo o que é privatizável. A preços baixíssimos, com destinatários definidos à priori, lesando gravemente o Estado e consequentemente todos os cidadãos deste país.

    Vai alienar empresas constituídas e edificadas ao longo de gerações. Empresas que cresceram e se desenvolveram recorrendo ao erário público – aos impostos pagos pelos portugueses ao longo de gerações.

    Como vê meu caro, por tudo isto e muito mais havia para dizer, não são INCONSEQUENTES!!!

    Pelo contrário, as acções do PALHAÇO têm CONSEQUÊNCIAS graves e CRIMINOSAS e de uma forma ou de outra afectam e lesam massivamente os portugueses do passado, do presente e do futuro!

    KEEP YOUR BODY IN GOOD SHAPE, YOUR EYES AND EARS OPEN AND BE READY TO PRESS THE TRIGGER…

    ResponderEliminar
  5. Nem vale a pena, pelo caminho que levamos estamos à beira de passar a viver numa grande comunidade hippie...

    ResponderEliminar
  6. OH DAS 10:50 o governo anda igualizar com o resto da UE agora (e desde há muito) equiparam os ordenados dos ricos mais tarde há-de ser os pobres mas é quando não os houver depois o que sobra dividem entre eles também

    ResponderEliminar
  7. Democracia é isto: chamar filho da puta a um primeiro-ministro é uma demonstração de liberdade, já o António Borges chamar ignorantes aos empresários é um insulto.
    Curiosamente os que mais se indignam com as palavras do Borges são os que estão sempre a chamar filhos da puta aos empresários...
    Isto só já vai ao sítio a tiro.

    ResponderEliminar
  8. Anónimo anterior, o jovem universitário de 20 anos não tem responsabilidades (a não ser perante si próprio, pelo seu desempenho académico), e tem todo o direito de manifestar a sua revolta, ainda para mais no sítio onde estava. E vão por um caminho muito mau (para vós) se insistem muito em castigar o rapaz. É um conselho que vos dou, porque já vivi o suficiente (em vários países) para saber onde isto vai levar.

    Ao invés do jovem Nemo, António Borges é um grande tubarão branco. Ele acumula o cargo de ...................... (preencher) com o emprego vitalício de missionário da Goldman Sachs. Não foi despedido trinta vezes: ele é de confiança (deles) e vai para onde for preciso. É assim que Wall Street funciona.

    E não; António Borges, embora tenha bastante falta de bom senso, não é um idiota ignorante.

    ResponderEliminar
  9. O mundo ocidental, e, em particular, os países da Europa do Sul, estão de tal forma "minados" por legislação e concentrações de poder que é já claro que a ilusão democrática se desvaneceu por completo no pacato pensamento dos milhões que, ciclicamente, se deslocam a uma mesa eleitoral crentes que aquele pequeno papel poderá mudar o seu mundo. Já não se lá vai com votos, já não se lá vai com arruadas e manifestações... desta vez, espero que o pacato eleitor permute o boletim pela machadinha, pelo sacho, ou, porque não, pelo simples calhau arremessado violentamente na direcção de um qualquer passageiro de uma viatura ministrial. Fechem as contas bancárias, esvaziem-nas de fundos até ao mínimo indispensável, circulem de carro por estradas sem portagens, ou melhor, circulem de bicicleta e a pé, rescindam os contractos com as operadoras de telecomunicações... que a cabeça da cobra implorará pela machadinha, pelo sacho e pelo calhau, ao não suportar a dor de constactar que nada tem, para além de papel colorido com números impressos.

    ResponderEliminar
  10. Petrus Romanos está pra breve

    ResponderEliminar
  11. Everything is very open with a very clear explanation of the issues.
    It was really informative. Your site is useful. Many
    thanks for sharing!

    Have a look at my blog post: RoTMG Hacks

    ResponderEliminar

Ocorreu um erro neste dispositivo