domingo, dezembro 23, 2012

Um Conto de Natal


Continuando na minha saga pelos temas natalícios, outra coisa que todos os anos aparece, (para além dos filmes com o Jimmy Stewart), são os Contos de Natal dos quais o mais famoso é este Christmas Carl do Charles Dickens. Para não vos faltar nada também eu resolvi fazer aqui a minha versão desse conto com o Vitor Gaspar no papel do forreta e mau Scrooge. A diferença é que no conto ele acabou por entender o espírito do Natal e por se transformar num homem bom enquanto deste Scrooge português nada podemos esperar, a não ser que cada vez se torne pior sem se importar que, com aquilo que faz, condene todo um povo, (com as devidas excepções dos amigos e compadres), à pobreza, à fome e à miséria. Se calhar está na altura de sermos nós a transformar-nos em espíritos de Natal e, como não o vamos conseguir convencer mostrando-lhe a sua indignidade como ser humano, correr com ele a pontapé para que no próximo Natal tudo possa ser diferente.

11 comentários:

  1. Aproveitando a deixa, e abstraindo-me do $&%&Y%$Ee4*º%## do Gaspar e das suas prendas envenenadas neste e no próximo ano, deixo aqui os votos de Boas Festas neste Natal que para Portugal já parece o "último" da Era da nossa soberania (agora de rastos).
    Beijinho
    Margarida

    ResponderEliminar
  2. Obrigado Margarida, um Bom Natal para ti e que 2013 possa ser um ano de esperança em que alcance o que desejas. Bjs

    ResponderEliminar
  3. James Stwart fazia chorar as pedras da calçada:
    Curioso os filmes americanos sem querer passam sempre algumas mensagens sobre situações politicas económicas ou sociais porém por cá temos histórias bem reias:
    VEIO A NOTICIA QUE MAIS 2 CRIANÇAS POR NÃO PODEREM PAGAR FICAM NO RECREIO DURANTE O ALMOÇO ENQUANTO AS OUTRAS ALMOÇAM.

    AFINAL A CONSTITUIÇÃO SÓ DIZ QUE É OBRIGATÓRIA A ESCOLARIDADE (NÃO INCLUI REFEIÇÕES)
    POR VENTURA A DIRECTORA DESSA ESCOLA É DAQUELAS QUE AJUDAM NAS CARIDADES ALIMENTARES E ENCHE A DISPENSA Á CONTA DOS MESMOS COMO FAZEM QUASE TODOS OS QUE ANDAM NISSO???

    ResponderEliminar
  4. ...e pago taxa de radiodifusão para ter uma catarina furtado que ganha uns milhares para ir fazer reportagens de pobreza no estrangeiro , para a unicef, mas a reportagem é paga pela rtp quando por muito menos fazia-as cá por menos dinheiro e mostrava ao país a realidade que cá se vive.
    MAS ISSO AGORA NÃO INTERESSA NADA como diz a outra do programa da concorrência para adormecer o povinho

    ResponderEliminar
  5. Gostei muito. Aproveito para deixar o meu voto de Boas Festas, que infelizmente duvido que venham a ter alguma coisa disso. No que toca ao país, claro. Mas fica a intenção!
    Até breve.

    ResponderEliminar
  6. O Primeiro Ministro de Portugal até já toureia o povo para todos verem nas TVs.
    Já o Generalíssimo Franco dizia que os portugueses são uma cambada de cobardes.

    ResponderEliminar
  7. fiquei triste de saber que:

    O CONTINENTE HOJE FECHA ÁS 6H00 DA TARDE E AMANHÃ ESTÁ FECHADO ENTÃO NÃO É QUE OS ESCRAVOS DO BELMIRO PASSAM A 1/2 NOITE EM CASA OS QUE SÃO DE PERTO POIS SE A FAMÍLIA É DE LONGE - ISTUDÁSSI!
    E amanhã onde vai o pessoal passear sim porque passear em português atual significa ir gastar no hiper com cartão continente ou jumbo etc

    ResponderEliminar
  8. Apesar da PIRATARIA que nos arruina a vida temos que passar a época natalícia o melhor possível!
    Para Kaos e Família Bom Natal e ânimo para continuar a denunciar esta GENTALHA que ficará no ESQUECIMENTO DOS HOMENS DE BEM!

    ResponderEliminar
  9. pro ano os escravos dos hipers trabalham dia 25 está descansadinho pois acabou o natal ...

    ResponderEliminar
  10. e como este ano os hipers tiveram grande quebra no natal hão-de trabalhar dia e noite pelo mesmo ordenado fins de semana e feriados nova lei laboral virá por ai onde se trabalhará a qualquer hora sem remuneração especial (é preciso ajudar os bancos e a troika)

    ResponderEliminar
  11. e como este ano os hipers tiveram grande quebra no natal hão-de trabalhar dia e noite pelo mesmo ordenado fins de semana e feriados nova lei laboral virá por ai onde se trabalhará a qualquer hora sem remuneração especial (é preciso ajudar os bancos e a troika)

    ResponderEliminar

Ocorreu um erro neste dispositivo