segunda-feira, janeiro 14, 2013

Poder absoluto o raio que os parta


Este bandalho do Passos Coelho considera que por ter ganho as eleições, à boleia do desespero e do descrédito ao Sócrates, com mentiras, aldrabices e outras trapalhices,  agora tem o direito de fazer o que quer, destruir o estado social, os portugueses, o emprego, a economia e tudo o que lhe vier à real gana. Num país com um Presidente que não fosse um badameco há muito que teria sido demitido e travada a desgraça a que está conduzir o pais. Esta é a democracia em que nos querem fazer acreditar e em que dizem que temos de viver, mas na realidade não é. É possível ser diferente, é possível responsabilizar quem governa, controlar o que fazem e obrigar a que cumpram com o que prometem. Para isso é necessário reformar esta Democracia e implementar uma mais directa e participativa em que a palavra dos cidadãos seja ouvida e cumprida. Esta é a grande revolução a fazer e é esta que temos de exigir nas ruas, nos locais de trabalho, em todo o lado. Queremos ser ouvidos nas decisões, queremos debater os problemas e propor soluções. Recusamos uma falsa democracia de alterne e de mentira. Já basta de aldrabões e mentirosos a ocupar a governação. Rua com a escumalha.


5 comentários:

  1. qualquer dia só há os politicos do governo então entram em modo canibal onde têm de fazer como entrada umas CRISTAS grelhadas com um caldo verde com o RELVAS acompanhado de um estufado de COELHO com madeira de PORTAS e algum CAVACO fazem o lume que acendem com fósforos comprados por umas MOEDAS

    ResponderEliminar
  2. Este anormal e os acólitos que se cuidem, que tenham juízo!
    Na Grécia já começou a cair "chumbo", por cá em breve pode acontecer o mesmo, será necessário não errar o alvo!

    ResponderEliminar
  3. LADRÃO QUE ROUBA LADRÃO:

    http://www.cmjornal.xl.pt/detalhe/noticias/exclusivo-cm/roubo-milionario-a-ex-lider-da-galp

    ResponderEliminar
  4. Boa Kaos!Quem fala,neste caso escreve,assim não é gago!

    ResponderEliminar
  5. Rosa Bulcão15/1/13 12:51

    Autogestão, já!

    ResponderEliminar

Partilhe