sábado, fevereiro 23, 2013

Desemprego


O desemprego em Portugal atingiu os 15,7% no ano passado e deverá chegar a 17,5% este ano.
O ministro da Economia, Álvaro Santos Pereira, admite que o Governo não está a ter muito sucesso no combate ao desemprego.

" ... de cada vez que sorria à plateia lá se lhe viam os dentes de vampiro."
                                                                   Sérgio Godinho (Cuidado com a imitações)

6 comentários:

  1. Pelo menos um desempregado conseguiu trabalho: O falso engº.
    Pena que tenha tido q emigrar.Ainda tinha tanto p/ dar ao país!

    ResponderEliminar
  2. DIZ UM DITADO POPULAR ,BEM VERDADEIRO
    "QUEM NÃO DEVE NÃO TEME "
    ESTE GOVERNO ATUALMENTE DUPLICOU AA VERBAS PARA SEGURANÇA PESSOAL DOS MINISTROS ,DIZ UM JORNAL ,ISTO É UM CRIME ESTANDO TANTA GENTE QUASE A PASSAR FOME ,E NO DESEMPREGO .
    SE REALMENTE NÃO SABEM GOVERNAR ,DEMITAM-SE EM BLOCO DE UMA VEZ .
    ADIVINHA-SE QUE DIA MENOS DIA ACONTESSA O JÁ ESPERADO ,ALGUM DESESPERADO COM "FOME " FAZER ALGUMA DESGRAÇA CONTRA ESTES FASCISTAS ,POR ESSA RAZÃO DEMITAM-SE PORQUE O POVO JÁ NÃO OS QUER LÁ ,E POR OUTRO LADO VÃO EVITAR QUALQUER DESGRAÇA POR AÍ .....
    DEMITAM-SE JÁ A BEM PORQUE A MAL NÃO É NECESSARIO ,EVITEM UM MAL MENOR ......
    GRANDULA VILA MORENA .......

    ResponderEliminar
  3. ATÉ OS MEMBROS DO PROPIO PSD DESACREDITAM O PROPIO PARTIDO É UMA VERDADEIRA VERGONHA DE GOVERNO VEJAM .

    http://www.tvi24.iol.pt/politica/abreu-amorim-vitor-gaspar-tvi24/1422865-4072.html

    QUE PAÍS É ESTE QUE PERMITE UM GOVERNO FALHADO E CRETICADO POR OS PROPIOS ELEMENTOS ,QUE POVO É ESTE ???

    GRANDOLA VILA MORENA ,O POVO É QUEM MAIS ORDENA !!!

    ResponderEliminar
  4. O povo tem que se mentalizar que este governo ACABOU por essa razão temos que correr com eles já não diz nada a PORTUGAL ou saiem a bem ou a mal ,e dia 2 DE MARÇO vamos dar iniciar o principio do fim deste desgoverno ,mas temos que unirmo-nos sem medo ,porque o medo já não existe ,quando já nada temos a perder ,dvido à fome miseria e desemprego ,O POVO JÁ TEM FOME ,POR VEZES FOME ESCONDIDA ,QUE É A MAIOR PERDA DE DIGNIDADE DE UM SER HUMANO
    VAMOA A LUTA PELO FUTURO DOS NOSSOS FILHOS !!!

    GRANDOLA VILA MORENA -ABRAM OS OLHOS PORTUGUESES

    ResponderEliminar
  5. Oh KAOS lambe-me o cu enquanto pintas

    ResponderEliminar
  6. -> Pretender que o cidadão visualize os políticos como «milagreiros económicos»... é música para entreter otários: leia-se, conversas que visam perpetuar/eternizar a parolização de contribuinte... e... desviar a atenção de certos interesses instalados...
    -> O cidadão não deve visualizar os governos como «milagreiros económicos»... mas sim... como uma entidade que deve apresentar ideias que possibilitem uma melhor rentabilização dos recursos disponíveis... {ver Anexo}
    .
    -> Ciclos económicos... é algo com o qual temos de saber conviver...
    -> Existe uma coisa completamente diferente: Espiral Recessiva - o aumento de impostos para pagar a Dívida Pública... provoca uma diminuição do consumo... o que provoca um abrandamento do crescimento económico... o que, por sua vez, conduz a uma diminuição da receita fiscal!
    Por outras palavras: pedir dinheiro emprestado é um assunto demasiado sério para ser deixado aos políticos!!!
    .
    .
    -> É necessário uma campanha para MOTIVAR os contribuintes a participar... leia-se, votar em políticos, sim, mas... não lhes passar um 'cheque em branco'!!!
    -> Leia-se: para além do «Direito ao Veto de quem paga» (blog «fim-da-cidadania-infantil»).... é urgente uma nova alínea na Constituição: o Estado só poderá pedir dinheiro emprestado nos mercados... mediante uma autorização expressa do contribuinte - obtida através da realização de um REFERENDO.
    .
    .
    Anexo:
    -> Um exemplo:
    - ficar à espera de um crescimento económico significativo... pode ser uma miragem sebastiânica.
    - um desemprego muito elevado... pode originar implosão social...
    .
    --->>> O governo deveria analisar os sectores aonde é possível gerar emprego por fraccionamento do trabalho.
    .
    Com algum exagero, um anónimo disse:
    «Querem acabar desemprego?
    Aumentem a laboração (dia de trabalho para 12 horas), com 2 turnos de 6 horas, claro que haveria de haver uma diminuição de salário para alguns (pois haveria redução de horas), mas haveria trabalho para todos...»

    ResponderEliminar

Ocorreu um erro neste dispositivo