sexta-feira, maio 17, 2013

O amor aos pensionistas


Paulo Portas diz que "é politicamente incompatível" com a taxa a aplicar às pensões. Paulo Portas garante que só tem uma palavra.

Ah, ah,ah. este Portas é um cómico.

3 comentários:

  1. Paulo Portas apostou num governo perdedor, o que faz dele também um perdedor - um medíocre perdedor.

    ResponderEliminar
  2. Este "ama" desde que nasceu!
    Por conveniência quer dar o seu "CUração" a quem é ou vai ser roubado do que é seu por direito!
    Recuso-me a engolir a "merda" desta gente, tirem-nos deste maldito filme perverso!

    ResponderEliminar
  3. «Implosão das soberanias... ou o caos»
    {a conversa dos «portugueses-do-prego»}
    .
    .
    -> Os «portugueses-do-prego» (leia-se, os portugueses que estão a colocar Portugal no prego) falam em despesa e mais despesa... NÃO ENQUADRADA na riqueza produzida... e depois:
    1- vendem recursos estratégicos para a soberania... à alta-finança/capital-global;
    2- depois de conduzirem o país em direcção à bancarrota... aparecem com a conversa já há muito esperada: «a implosão das soberanias... ou o caos» (federalismo...).
    .
    .
    .
    Anexo:
    O CONTRIBUINTE TEM QUE SE DAR AO TRABALHO!
    -> Os lobbys que se consideram os donos da democracia - os 'CAVADORES DE BURACOS' -, com os seus infiltrados em todo o lado (sim, em todo o lado!), isolam e atacam todo e qualquer ministro que queira ser rigoroso, e que não lhes dê abébias para andar a 'cavar buracos' sem fim à vista... exemplos: BPN's, PPP's, SWAP's, etc.
    - Obs. 1: Manuela Ferreira Leite (quando era ministra das finanças) quis impor algum rigor nas finanças públicas... consequência: os 'cavadores de buracos' puseram o país inteiro a cantarolar a cantiga «Há vida para além do deficit»;
    - Obs 2: ao querer impor um certo rigor... o ministro das finanças Vítor Gaspar foi isolado (e atacado por todos os lados) pelos 'cavadores de buracos'.
    .
    -> São raros os ministros que possuem a capacidade de resistência do ministro Vítor Gaspar... leia-se: O CONTRIBUINTE TEM DE AJUDAR A COMBATER OS LOBBYS QUE SE CONSIDERAM OS DONOS DA DEMOCRACIA!
    -> Por um sistema menos permeável a lobbys, os políticos deverão ser obrigados a fazer uma gestão TRANSPARENTE para/perante cidadãos atentos... leia-se, temos de pensar em bons mecanismos de controlo... um exemplo: "O Direito ao Veto de quem paga" (vulgo contribuinte): ver blog 'fim-da-cidadania-infantil'.
    .
    .
    .
    P.S.1.
    Um erro numa folha de cálculo - num estudo que defende a implementação de medidas de austeridade - foi considerado pela comunicação social (nota: é controlada pela superclasse: alta finança - capital global) como um erro gravíssimo de consequências bíblicas.
    Uma errata publicada posteriormente, que corrigiu alguns valores... mas que, todavia, no entanto, MANTEVE A CONCLUSÃO FINAL INTACTA... foi... ignorada pela pela comunicação social?!?!?!
    .
    P.S.2.
    Não é difícil de ver que as pensões de reforma são um «sistema piramidal» que carece de sustentabilidade...
    As pensões de reforma dos bancários estavam numa situação pior: eram um sistema piramidal em ruptura acelerada... resultado: o sistema piramidal dos bancários (em ruptura acelerada) foi 'enfiado' ao contribuinte...
    Obs 1: É preciso ter uma grande cara de pau: depois de ter 'enfiado' o sistema piramidal (em ruptura acelerada) ao contribuinte... o banqueiro Ricardo Salgado aparece com a conversa: «Corte nas reformas é terrível»!?!?!
    Obs 2: Com Vítor Gaspar nas finanças, o sistema piramidal em causa não teria sido 'enfiado' ao contribuinte.

    ResponderEliminar

Ocorreu um erro neste dispositivo