segunda-feira, agosto 12, 2013

Rapar o tacho


Deve ser complicada a vida deste governo, não pela governação porque o seu trabalho é mais de rouvo e saque em nome dos mercados e dos grandes especuladores numa altura em que já não há vergonha, respeito ou qualquer tipo de escrúpulos, mas a pouco mais de mês e meio mostrar como o país vai bem e a recuperação já não é uma pequen luz ao fundo do túnel mas sim um enorme viaduto enquanto por outro lado tem de apresentar um orçamento com mais cortes, mais austeridade e mais impostos. É que os números da execução orçamental e das contas e da dívida pública não param de piorar e os buracos aparecem por todos os lados. O próximo orçamento vai ser complicado de fazer dizem num dia depois de no anterior terem cantado vitórias. E vai, porque depois de partirem a bilha e se empanturrarem com o conteudo do tacho já pouco ou nada resta. Ou melhor, resta um governo que já o não é, resta um bando de implicados em tramoias e esquemas financeiros bem escuros à procura de um "salazar" para rapar a massa no fundo ao tacho. 

3 comentários:

  1. Anónino 9912/8/13 15:10


    Nunca fui pró salazar, mas estes gajos batem-no em todas as frentes!
    Ainda vamos ver as "trabalhadoras do sexo" a serem taxadas em plenas estradas, e os clientes obrigados à apresentação de recibo! Só falta esta!!
    O tacho está mais do que rapado...
    OS TACHOS DE MUITOS PORTUGUESES ESTÃO VAZIOS !!!
    TODOS OS DIAS VEJO GENTE COM CARÊNCIAS ALIMENTARES!! PORRA!!

    ResponderEliminar
  2. "um governo que já o não é, resta um bando de implicados em tramoias e esquemas financeiros bem escuros", que nem lhes falta o "salazar" exato para a rapadura do pote .

    e não vi melhor que pegar na sua ideia, Kaos, e traduzi-la a contento .

    ResponderEliminar
  3. António de Oliveira Salazar apesar da sua "ditadura fascista", comparado com TODOS OS MAFIOSOS que se instalaram, dominam e roubam um Povo nesta "bela democracia" até NADA restar foi um anjinho!
    O fim de toda esta situação vai ser trágica!...

    ResponderEliminar

Ocorreu um erro neste dispositivo