sexta-feira, outubro 18, 2013

Rui Rio é um FdP

´
A companhia de teatro Seiva Trupe, que ocupa as instalações do Teatro do Campo Alegre, no Porto há cerca de 15 anos, foi alvo de uma ação de despejo por parte da Câmara Municipal do Porto, durante a madrugada de quinta-feira. 
A ordem de despejo foi assinada pelo próprio Rui Rio, presidente da autarquia até à próxima terça-feira, baseia-se "na falta do pagamento das prestações devidas, no âmbito do contrato de cedência das instalações do Teatro Campo Alegre".
O despacho acentua que, "nos termos contratuais, a falta de pagamento de uma prestação implicava o vencimento de todas as prestações vincendas e a imediata resolução do contrato", ao mesmo tempo que refere que a direcção da Seiva Trupe "foi regularmente notificada da resolução do contrato e da obrigação de desocupação e entrega de todos os espaços cedidos até 15 de Outubro".
Nesse sentido, acrescenta-se que o contrato "se encontra definitivamente incumprido e resolvido", o que levou a determinar-se "a desocupação coerciva das instalações do referido teatro, que é propriedade do Município do Porto".

A Seiva Trupe é uma Companhia de Teatro Portuguesa com mais de 40 anos de intervenção artística e cultural na região. O seu papel foi inúmeras vezes reconhecido pelo público, pela crítica e por entidades diversas, sendo Entidade de Utilidade Pública há 20 anos e tendo recebido em 2010 pelo Presidente da República o Grau de Membro Honorário da Ordem de Mérito."

Mesmo antes de se ir embora tinha de destilar mais uma vez o seu ódio pela cultura independente e por todos os que tentam fazer algo que não seja controlado pelo sistema. Rui Rio, o que muitos consideram como a grande reserva moral do PSD, tinha de acabar o seu mandato como começo a ser um grande FdP. Para que não me ponha um processo se representasse o que eu gostava, Filho da Puta,  cada um possa ler estas iniciais como desejar. Digamos que é um Filho do Porto. 

10 comentários:

  1. Não gosto de Rui Rio, mas a Seiva Trupe também é má pagadora....
    A cultura é tão importante como as pessoas. A cultura são as pessoas. A cultura é o alimento da alma. De que nos adiantam os corpos, se não temos alma?? Se estamos como estamos, é porque, algures ao longo da História, se nos foi a alma!! Talvez por falta de cultura!!
    Quando as pessoas não têm dinheiro e deixam de pagar a renda, infelizmente são despejadas...o mesmo aconteceu neste caso! E olhe que às pessoas comuns não perdoam dívidas de mais de 100.000€ (e mesmo assim com este perdão, continuaram a não pagar o restante)!

    ResponderEliminar
  2. Não acho correcta a maneira como às vezes critica certas coisas. Louvo-o por ser uma pessoa quel uta contra o status quo e a porcaria que existe na sociedade mas há casos que são simplesmente maus de criticar. Porquê criticar esta decisão de Rui Rio? Ele fez o que era correcto, se a entidade já não pagava a renda so tinha que ser despejada! Podemos é criticar muitas coisas mas neste caso não me parece muito criticavel, mesmo que a entidade tenha contribuido e muito para a cultura.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Nos últimos dias do mandato dele?
      Se a divida estava a acomular, porque permitiu?
      Balelas, essas

      Eliminar
  3. Não há melhor
    do que este Kaos,
    dê-lhe por onde der.
    Que o chaval é bom
    mesmo pa caray, filha
    da mãe, sem nada a repreender ...

    ResponderEliminar
  4. E o boneco
    está aí, quem
    não goste diga-o,
    logo, como quem goste
    o manifeste, também,
    livre .

    Pois é uma honra
    ter a fronha aqui um dia,
    di-lo às vezes o mesmo Rio,
    que só homem que não
    presta, enfim, merece
    ficar esquecido .

    ResponderEliminar
  5. São ou somos todos fdp. Só o autor do blog é que é um filho da santa

    ResponderEliminar
  6. Anónino 9918/10/13 21:35

    A cidade, o país é que ficaram a perder sem os Seiva Trupe.
    As más línguas dizem que o sr. pm tem um carrito novo de 140 mil euros para as suas deslocações no desgoverno do país...

    ResponderEliminar
  7. OH FILHOS DA PUTA DO SIS LARGEM-ME A BARGILHA DO COMPUTADOR

    ResponderEliminar
  8. "O seu papel foi inúmeras vezes reconhecido pelo público" SE ASSIM FOSSE TINHAM DINHEIRO PARA PAGRA A RENDA. A verdade é que as pessoas estão-se a cagar para o Teatro.

    ResponderEliminar
  9. Para quem não sabe, na altura os Vigilantes da Prosegur que lá estavam tiverem que sair de lá, por ordens da Câmara do Porto pois era muito caro, tanto no Campo Alegre como no Planetário, e contrataram para fazer o mesmo serviço reformados da PSP e que iriam ganhar acima dos 75 contos, mas só que não faziam rondas de hora a hora, mesmo de madrugada:
    Pelo mesnos isto foi o que me constou por um dos vigilantes da Prosegur na Seiva Trupe.
    A ser verdade, bem pelo menos os vigilantes deixaram de fazer lá serviço a prossegur perdeu o contrato com a câmara do porto.

    ResponderEliminar

Ocorreu um erro neste dispositivo