quarta-feira, outubro 16, 2013

Vais passear de pópó Arménio?


Confesso que não queria ser mauzinho para o Arménio Carlos, não por gostar dele, mas por estarmos num momento em que há um inimigo tão perigoso como este governos e os seu donos. Infelizmente isso não é possível pois com as suas atitudes acaba de dar mais um trunfo ao governo e um tiro nos pés dos que lutam contra este sistema. Resumindo, e sem se perceber muito bem porquê, (talvez por remorsos de ter chamado delinquentes aos 226 da Bela-Flor que foram detidos durante uma manifestação num dos acessos à Ponte), resolveu marcar esta manifestação a atravessar o Tejo. Tudo bem, mas quando surgiram os primeiros sinais de que a mesma podia vir a ter problemas, alegando-se a segurança, ainda podia nessa altura voltar a trás. Mas não, quis-se fazer de forte e insistiu, insistiu e durante uma ou dias semanas bateu o pé reafirmando o seu direito de usar a ponte, alegando a lei das manifestações, falando das maratonas que todos os anos a atravessam e oferecendo-se para deixar faixas de rodagem livres e até fazer um cordão humano em torno da manifestação. Insistiu e voltou a insistir. Criou a expectativa em muita gente que finalmente a CGTP estava disposta a afrontar o governo e a ir até à desobediência civil. O governo estava num beco sem saída pois após proibir a manifestação iria perder a face no dia em que muitos milhares atravessassem a ponte pois não estou a ver que pudessem enviar a policia para bater no Secretário Geral da CGTP , no do PCP e em vários deputados e muita gente mediática. Quando parecia que desta vez a manifestação ia ser um sucesso e uma vitória o Arménio vem e desiste trocando atravessar a ponte a pé por atravessá-la de autocarro. Palhaçada. Como se não bastasse, e para distrair as atenções, ainda vêm fazer afirmações que os desordeiros não poderão embarcar no passeio de camioneta. Que bonitos, bem educados e servis são estes senhores. Como se não nos bastasse ter pela frente um governo de ladrões e corruptos, com todos os poderes, executivo, legislativo, judicial, policial, económico e a comunicação social nas mãos, termos também as organizações dos trabalhadores a servirem de almofada aos protestos para que sejam mais espectáculo que uma realidade objectiva e que possa realmente mudar o sistema. Assim é difícil.
Mas, para que não digam que só digo mal deixo aqui uma ideia ao Arménio para futuros protestos. Em vez de se pôr a convocar manifestações na ponte, convoque uma corrida que a atravesse e até lhe dou um bom nome para ela. "Correr com a Troika". 
Para terminar só quero dizer que, contrariamente ao que sempre tenho feito, não vou a esta manifestação porque não posso pactuar com coisas destas. Sinto-me envergonhado por esta falta de coragem do nosso movimento sindical e confesso que fico triste.



16 comentários:

  1. Kaos,eu também não vou. É uma palhaçada!e um tiro nos pés.Já se sabe que o outro cooptou e,este está na calha?????Tou desanimado

    ResponderEliminar
  2. Retirado do:

    http://blog.5dias.net/

    No dia 7 de Setembro de 1974 um plenário com 2 mil trabalhadores ratifica a decisão de convocar uma manifestação que levaria os metalúrgicos da Lisnave para o centro da cidade de Lisboa, até ao Ministério do Trabalho, na Praça de Londres. Os trabalhadores da Lisnave exigem o saneamento da administração, recusam a lei da greve (que chamam nos comunicados de «lei anti-greve» porque queria proibir as greves de solidariedade e autorizar o lock out) e pedem a adesão de outros trabalhadores da Efacec, CTT, TAP (apenas alguns trabalhadores destas empresas, dispersos, participam).
    O PCP estava no Governo, o II, dirigido por Vasco Gonçalves. Mostrava-se então incomodado com o «carácter anti-governo da manifestação».
    O Governo, através do Ministério da Administração Interna, ilegaliza a manifestação nesse mesmo dia 11, temendo o alastramento da luta a outras empresas. Pela manhã de dia 12 uma delegação do MFA vai à Margueira para convencer os operários a adiarem a manifestação para um sábado. Em vão.

    Eu quero é que o Arménio Carlos e o PCP vão para a puta que os pariu a todos, se esse cabrão ou os amigalhaços alguma vez fossem poder punham-nos a comer merda num piscar de olhos, que foi o que os comunas fizeram em todos os países que governaram no século XX.

    Farto de chulos

    ResponderEliminar
  3. Anónino 9916/10/13 23:45

    A comer merda já nós estamos e não foi preciso os comunas governarem o país. Ditadores, tanto faz serem de esquerda ou de direita, são todos iguais.
    Arménio, que triste figura. Fantoche!

    ResponderEliminar
  4. http://www.youtube.com/watch?v=FFdDHM38pu4&feature=related

    ResponderEliminar
  5. Eu não vou na manifestação e há muito que me recuso estar ao lado de traidores. Quando digo traidores refiro-me aos dirigentes destas organizações .Não estou contra muitos que enganados e manipulados por um partido ditatorial participam ,não posso estar!
    ,Mas vou para Alcântara ,porque de uma vez por todas estes colaboracionistas traidores da CGTP ,PCP ,têm que ser confrontados .
    Já é tempo de tratar os bois pelos nomes !
    O PCP é um partido do regime .Defende o regime traidor
    A CGTP ´e braço de rua do PCP

    O PCP e a CGTP são os principais responsáveis pela continuidade da politica de traição .Estão parlamento estão no centro da corrupção e não a denunciam
    Esta pretensa manifestação é a prova final para os que ingenuamente acreditam que estes colaboracionista defendem os cidadãos e Portugal .È MENTIRA !!!São parte do regime e cumprem o seu papel de não o atacar e defende-lo.
    Estes sabujos andam apertados e já perceberam que começam a ser desmascarados .As greves deles não servem para nada .Nunca nenhuma greve teve beneficio para os trabalhadores. Todos os ataques do regime são concretizados com a cobertura "democrática" do PCP. O PCP fala da nossa democracia(deles).É mentira?! Então abandonem a AR Larguem os tachos.
    .
    Mas não se esqueçam do gajos do Que se lixe a troika( QSLT ) ,também querem a queda do governo para que tudo continue na mesma .Outros que têm por missão controlar o descontentamento e revolta dos cidadãos

    Mas vou a Alcântara e acho que todos os que se sentem enganados por estas organizações o deviam fazer e expressar o seu sentimento de repudio
    A Luta não é contra o governo .Acabem com isso porque é alinhar com estas organizações
    A luta é de todos os cidadãos destes pais .A esquerda /direita não faz sentido não existe ,são todos a mesma merda estão todos no poder corrupto
    A luta que nos deve unir a todos é contra a corrupção ,contra a ditadura que vende o nosso pais, destrói as famílias, expulsa os nossos filhos .condena á miséria todo um povo que só terá direitos quando se indignar, unir e expulsar estes gatunos.
    É preciso que os cidadãos se encontrem outra vez com um sentimento comum contra a corrupção ,contra os políticos ,contra partidos ,contra a ditadura
    Os bufos dos partidos têm que ser expulsos
    Esqueçam a merda dos partidos esqueçam diretas e esquerdas é tudo bluff
    Pensem nas vossas famílias e no futuros dos vossos filhos e dessa forma o nosso interesse é comum .Todos queremos um futuro

    Eu vou a Alcântara, contra a corrupção ,contra os traidores contra o regime!

    A rua não é mais dos traidores do PCP/CGTP/QSLT


    jeronimo

    ResponderEliminar
  6. Este xô jeronimo tem uma nova teoria politica velha.....

    ResponderEliminar
  7. Ou então tem um grave problema mental....

    ResponderEliminar
  8. eh,
    e tu és
    um grande palerma,
    despeitado e tolo,
    pá, vai-te phoder ... <3

    ResponderEliminar
  9. A meu ver, é golpe de génio. Aos pareceres armados de um lado e outro, até da lusoponte de ladrões fez Arménio finca-pé, resistiu, mas era o suicídio inútil teimar, eles é que têm a força, o poder, e a manifestação torna-se uma festa de bandeiras e voz sonora de cima dos autocarros sobre a ponte , qual romaria... eh, queriam humilhar-nos, era?, pois cá vamos de popó, numa boa, que até foi boa ideia, até Alcântara, a repetir, até ao cais. E lá então descemos e a nossa algazarra aumenta, até S. bento dos ladrões . Está bom .

    ResponderEliminar
  10. Eh,
    preso por ter cão,
    preso por não ter.
    Vocês queriam a gente
    da manifestação humilhada,
    queriam desordem, porrada,
    sangue a jorrar entre a malta
    indefesa. Não concordo. E o poder
    também não, de certeza. Não
    esperava esta saída a primor . <3

    ResponderEliminar
  11. O que vocês querem é folclore, bandeirinhas ,autocarros com bonecos amestrados, conversa da treta do Arménio e depois vai tudo para casa ver a telenovela

    ResponderEliminar
  12. e vocês já afiam as facas?
    há quanto tempo o coelho aguarda a estocada?,
    ou treta é isso, anonym, a papinha feita,
    a desordem instaurada, para inglês ver
    enquanto bates palmas na sacada .

    Pá, abatam políticos, a ladroagem,
    a começar pelos mais pavões, + pomposos...

    Já estava a ver, bem parecia,
    querem é a desordem alheia,
    montada ali de graça, enquanto
    à calada se passeiem por entre
    a desordem, revolucionários de feira .

    <3 <3 <3

    ResponderEliminar
  13. Voçês têm é medo que isto rebente , estão enfiados na merda até ao pescoço

    ResponderEliminar
  14. Ai, e vocês são
    uns valentes...
    então o amigo da onça,
    porra, ele, só, dá para o coelho,
    - já disse, dá cá a carteira,
    o que me roubas
    ou levas da grossa,
    aqui, hoje, entendes?

    E pimpão o outro
    ri da bagunça,
    ui, ai, oh, não me piques...
    nisto, vai, um tiro
    à queima-roupa
    mudou tudo.

    Assim,
    pá, e mudou tudo
    para sempre .

    ResponderEliminar
  15. ... farto de xu...
    chu... shu...pistas ...

    ResponderEliminar
  16. FACAM-SE CONTAS: se fossem a pé pela ponte mas pagassem portagem não haveriam de ter alegado razoes de segurança afinal nas maratonas e etecetras paga-se no bes ou no milenium e ha-de seguir algum para a lusoponte e não sei o contrato mas se calhar nas corridas o estado ainda chega com algum á frente.
    de autocarro dá lucro vão passar a vasco da gama e dar a volta pela 25A
    OH FILHOS DA PUTA DO SIS LARGEM-ME A BARGILHA DO COMPUTADOR

    ResponderEliminar

Ocorreu um erro neste dispositivo