quinta-feira, fevereiro 16, 2006

Sondagem Kaos: Sócrates sobe um ponto



José Sócrates falou ontem pela primeira vez sobre a polémica dos cartoons (que levantaram respostas violentas por parte do mundo islâmico), em defesa das posições públicas assumidas por Freitas do Amaral, ministro dos Negócios Estrangeiros.
Sócrates relembrou que “Portugal participa em missões de paz em países islâmicos”, logo depois de ter exigido de “todos um comportamento responsável” sobre esta matéria.
À entrada de uma reunião com o grupo parlamentar socialistas, Sócrates falou com primeiro-ministro para afirmar que “o Islão não é o segundo problema da agenda internacional, é o primeiro”. “O assunto é muito sério”, reforçou. Preferindo o “silêncio” sobre este assunto à “demagogia”, Sócrates apontou ainda a necessidade de se “criar um clima propício à resolução dos conflitos” e “não alinhar em extremismos”. (Diário Económico, 16/02/2006)

Sócrates sobe um ponto na nossa consideração ao assumir uma posição pacifista na polémica do conflito gerado pelos cartoons dinamarqueses, ao contrário do que têm feito outros dirigentes europeus que não fazem senão lançar mais achas para a fogueira (veja-se o caso vergonhoso do ministro italiano que anunciou: «Tenho t-shirts com os cartoons que enfureceram o Islão e vou começar a usá-las a partir de hoje» (ministro italiano para as Reformas Institucionais, Roberto Calderoli). Elogiamos Sócrates por esta sua tomada de posição e aproveitamos para actualizar os números do indíce de popularidade do 1º. Ministro no nosso blog: agora já só lhe faltam n-1 pontos para que a sua pontuação deixe de ser negativa.


4 comentários:

  1. Falou tarde, mas falou bem. Ainda que com um errozito de percurso... É claro que assim que o apanhei escrevi logo na tola a coisa para a escarrapachar no meu blog (mau como sou)...

    Sócrates disse nessa entrevista:
    "O governo não tem está em silêncio sobre esse assunto. O Silêncio é preferível à demagogia". Ups. Das duas uma, ou o governo tem falado ou tem estado em silêncio,os dois estados não são compatíveis, caro Sócrates... E aliás, na segunda parte da frase o PM revela que o governo tem estado de facto... Em Silêncio, se não não se compreendo essa ligação entre Silêncio e Demagogia!

    ResponderEliminar
  2. Sempre o achei demasiado arrogante, mas é neste momento o político mais inteligente do nosso país.

    ResponderEliminar
  3. Luis Alves17/2/06 21:35

    Enquanto houver miseria em Portugal não há democracia nem liberdade. O PM resolve os problemas economicos à custa da criação de muita pobreza. Não concordo com isso.

    ResponderEliminar