sexta-feira, abril 28, 2006

O Masoquismo português

O PS ficou mais sozinho na frente das intenções de voto dos portugueses, segundo o Barómetro DN/TSF/Marktest. Os socialistas somam agora 43 por cento, mais 13 pontos percentuais que o PSD, que está em queda, com o Bloco de Esquerda a manter a terceira posição.
É caso para dizer: - Quanto mais me bates mais gosto de ti.
.
Contributo para o Echelon: Electronic Surveillance, MI-17

7 comentários:

  1. Pá, intenção de voto não é idêntico a nº de votos. Basta que o pêpêdêpêéssedê baixe, para que tudo o resto suba (percentualmente).
    Acredita, a culpa é mesmo da inépcia da oposição. É muito pior no seu papel do que o governo no seu próprio.
    Não obstante...

    ResponderEliminar
  2. Também não penso gostar muito da ideia desta oposição no governo. Brrrrrr que arrepio só de pensar nisso

    ResponderEliminar
  3. bem... o "Estado de Graça" continua... Recordemo-nos que o ponto de comparação foi o contabilismo restritivo de Durão e o Caos Santânico.

    Com tamanhas comparações e com um discurso (da prática ainda vamos ver) anticorporativo, Sócrates tem ganho-mantido muitos apoios...

    Tudo isso somado com o baixo civismo e a pobre cultura política da maioria dos tugas, explica esse fenómeno.

    acho eu...

    ResponderEliminar
  4. anticorporativo? A banca não tem nada a dizer e ainda esperamos pelas soluções de uma famosa comossão que ia estudar as pensões no banco de Portugal. Foi há coisa de uma ano.

    ResponderEliminar
  5. Amigo gostei muito do teu blog. Se conheceres alguem na minha freguesia, ou mesmo a qualquer blogger interessado em preservação do ambiente, divulga o meu blog. Obrigado. Continua o bom trabalho. Um abraço.

    ResponderEliminar
  6. Isto está tudo maluco, amigo. O Socrates é um governo mais à direita e faz o que o PSD nunca ousou fazer. O eleitorado PS está confuso, o PSD também... A esquerda retrai-se e luta entre si, o CDS anda sem norte. Vamos a ver no que isto dá...

    ResponderEliminar
  7. ainda acaba na miséria neo-liberalista com a degradação daa nossaa condições de vida até ao dia em que vai explodir. Vai ser duro.
    Bom primeiro de maio

    ResponderEliminar

Ocorreu um erro neste dispositivo