segunda-feira, novembro 27, 2006

Porque eu é que sou o Presidente da Comissão Europeia

Durão Barroso, que enquanto primeiro-ministro português, em 2003, apoiou activamente a intervenção militar no Iraque.
"Na altura, tomei a decisão que pensei ser a melhor para os interesses portugueses", disse, justificando que a mesma foi tomada a pedido e em apoio de importantes e históricos aliados de Portugal, como os EUA, o Reino Unido e a vizinha Espanha.
Portugal "não perdeu nada", pelo contrário, "só ganhou credibilidade na ocasião". Exemplificou com o facto de, pouco tempo depois, ter sido convidado para o cargo de Presidente da Comissão Europeia, com o apoio de países europeus que se opuseram à intervenção no Iraque, como a Alemanha e a França.
"Mas temos de reconhecer que as coisas estão a correr mal no Iraque. Estão mal", rematou José Manuel Durão Barroso.

Quando já todos, mesmo os próprios Americanos, reconhecem que a invasão do Iraque foi um erro monstruoso, que as razões apresentadas foram baseadas em mentiras, parece que só o nosso "Cherne" ganhou alguma coisa com isso.
Será que afinal a invasão do Iraque foi realizada, morreram milhares de pessoas, a região está em total confusão, a guerra civil parece inevitável, e tudo isto não pela loucura do Bush, nem pela sede sede de petróleo, mas tão simplesmente, para benefício do Durão Barroso?

Contribuição para o Echelon: NATOA, sneakers, UXO

26 comentários:

  1. o expoente máximo da cretinice!
    e parece que reconhecer que as coisas estão a correr mal no Iraque aliado ao facto de ultimamente estar em constantes aparições no rectângulo deve querer dizer que as coisas estão a correr mal em bruxelas e estará a acautelar um regresso às origens....

    ResponderEliminar
  2. O nosso cherne fugitivo, anda a ficar muito mal na foto... A cereja no topo do bolo são estas declarações. Apesar de eu também ter achado bastante tristes as declarações da energia nuclear...
    Um Abraço.

    ResponderEliminar
  3. luikki:
    Até os gajos da comissão que necessitaram de um banana para dar a cara já devem estar fartos dele. è que é necessaria paciencia para olhar para aquela cara de cherne todos os dias.
    abraço

    ResponderEliminar
  4. outsider:
    O problema dele é que pensa voltar a Portugal e quer desde já preparar a sua candidatura presidencial. Para isso tem de se ir mostrando, mas cada vez que fala só sai asneira. Se fosse eu a ele ficava por lá e falava o minimo possivel.
    abraço

    ResponderEliminar
  5. visto assim, até parece que a Invasão do Iraque foi feita no cumprimento do mandato divino que exigia a colocação do providencial Fujão Barroso em Bruxelas.

    Assim, morrem no Iraque todos os dias entre 70 a 120 civis e entre 2 a 5 militares das forças ocupação apenas para que Fujão pudesse ter chegado onde chegou e tivesse desertado deste país, deixando-os aqueles que o elegeram (Moi? Non!) abandonados e o País na maior crise desde 1943...

    ResponderEliminar
  6. Há sempre o tempo das hienas...
    jinhos

    ResponderEliminar
  7. Simplesmente aboninável, consegue ser mais estúpido que o próprio Bush, se é que isso é possível. Eu ouvi-o a dizer isso na TSF e senti náuseas de haver um português destes a dizer estas enormidades publicamente e representar o meu país. Este sapo está cada vez a sentir-se mais inchado de si próprio. Ah, mas há-de estoirar!

    ResponderEliminar
  8. Maus caros cada vez me convenço mais que não há politicos em Portugal. Melhor há politicos mas estão longe das áreas de decisão axo mesmo que teem vergonha daquilo que se tornou o n/país. Fizemos um 25 de Abril para mudar e pareçe que nada fizemos, tiramos um ditador e não descansamos enquanto não pomos lá outro. Porra já há quem queira um novo Salazar. Onde será que isto vai parar alguém me diz?
    Ana

    ResponderEliminar
  9. aminhapele27/11/06 18:51

    Mas será que temos que aturar este como PR?!
    Preferia o Duarte Pio..

    ResponderEliminar
  10. Essa frase: "Na altura, tomei a decisão que pensei ser a melhor para os interesses portugueses"
    Merece um Óscar do disparate! Que interesses?! Mas esta frase também pode ser aplicada para a sua fuga para Bruxelas, ganhando outro Óscar para a sem-vergonhice! Traição é ao que me soa...

    E toca de encher os bolsos! Crise?! A crise é para os totós! Os vigaros safam-se sempre!

    ResponderEliminar
  11. A Mim Me Parece27/11/06 21:52

    Disse o Rui Martins aqui em comentário que o Cherne, ao dar o apoio de Portugal à invasão do Iraque pelos USA e pela Inglaterra, lançou " ... o País na maior crise desde 1943...".
    ...................................

    Na maior crise desde 1943? Qual foi a crise de 1943? Terá sido não termos entrado na II Grande Guerra?
    Como o Rui Martins diz que a História e a Política Nacional são áreas do seu interesse, certamente que não seria apenas eu a aprender algo com ele se se dignasse partilhar connosco esse seu conhecimento histórico. Antecipadamente grato.

    ResponderEliminar
  12. Rui:
    è triste mas parece que realmente de toda aquela gente culpada pela triste situação do Iraque o Cherne é o unico que ficou a ganhar. Perdeu todo o resto do mundo e aquele animal ainda se vem gaber disso.
    abraço

    ResponderEliminar
  13. tb:
    Animais nojentos esses.
    bjs

    ResponderEliminar
  14. kaotica:
    Já se anda a mostrar muito por cá para preparar a candidatura à sucessão do cavaco.
    bjs

    ResponderEliminar
  15. Ana:
    Fazes uma pergunta a que não sei responder. Amei o 25 de Abril e tenho a liberdade como um dos valores que mais defendo. Só de pensar numa nova ditadura até me arrepio todo. Agora, há que mudar algo. Esta gente que só se respeita a si próprios têm de ir a andar. Gende honesta e decente tem de ir para a frente disto. Cabe ao povo fazer com que isto aconteça. O dificil é como.
    bjs

    ResponderEliminar
  16. Sá Morais:
    Realmente a ida para Bruxelas foi no interesse dos portugueses que se viram livres dele. Pior ficou foi o resto do mundo e nós ainda aturamos o Santana Lopes. Ah sorte malvada.
    abraço

    ResponderEliminar
  17. A mim me parece:
    Vou avisar o Rui para aqui vir responder.

    ResponderEliminar
  18. a minha pele:
    Ele pelo menos vai tentar. Tem é mais cães ao mesmo osso como o Marcelo Rebelo de Sousa. vamos ter de esperar para ver.
    abraço

    ResponderEliminar
  19. Kaos: Acabo de publicar a minha réplica ao "A mim não me parece" aqui:

    http://ogrunho.wordpress.com/2006/11/28/replica-a-mim-me-parece-sobre-a-evolucao-do-crescimento-do-pib-em-portugal-desde-o-final-da-segunda-grande-guerra/

    ResponderEliminar
  20. Rui:
    Obrigado, Vinha agora mesmo do teu blog para colocar aqui o link.
    Espero que o a mim me parece fique satisfeito.
    abraço

    ResponderEliminar
  21. a mim me parece:
    Tens a resposta do Rui martins aqui
    http://ogrunho.wordpress.com/2006/11/28/

    ResponderEliminar
  22. A Mim Me Parece28/11/06 15:59

    Grato, Kaos, pela diligência junto do aqui comentador Rui Martins mas a casa dele fica muito longe e não estou certo que mereça a caminhada.

    ResponderEliminar
  23. A mim me parece que existe por aqui um certo receio de um debate de ideias fundamentado... mas pode ser só impressão minha.
    Quanto à caminhada, há uma expressão inglesa que se adapta muito bem: You talk the talk, now walk the walk...

    ResponderEliminar
  24. a mim me parece:
    É pena, ele pelo menos teve a frontalidade de responder.

    ResponderEliminar
  25. Outsider:
    Bela citação
    abraço

    ResponderEliminar
  26. SEMPRE EM PAZ29/11/06 19:14

    Só espero que o Cherne regresse , devolva os ordenados recebidos a favor das crianças órfãs do Iraque e se dedique para sempre à meditação e oração.

    ResponderEliminar

Ocorreu um erro neste dispositivo