terça-feira, março 27, 2007

O homem que gritou lobo

A Marinha iraniana apreendeu um barco da Marinha Inglesa que andava a fiscalizar barcos lá para as bandas das Pérsias e das Mesopotâmias. A coisa é simples, para uns o barco estava dentro das suas águas territoriais, para os outros, estava fora. Para o Irão, esta “presa” é uma boa maneira para pressionar os Ingleses a baixarem a bolinha, sendo por isso bem possível que estejam a mentir. Para os Ingleses, terem entrado, nem que tenha sido de forma involuntária em águas Iraquianas é uma burrice. Apetece, por isso, acreditar mais na versão Inglesa da história, mas quando nos aparece o Tony Blair a garantir que o barco estava fora das águas Iraquianas tenho de começar a duvidar. É que esse mesmo senhor já uma vez me veio garantir que havia armas de destruição massiça no Iraque, o que não se veio a comprovar. Pior ainda veio-se a provar que não se tinha tratado de um erro, mas de uma mentira pensada e elaborada para nos enganar a todos nós. Que confiança posso eu ter num mentiroso que já uma vez gritou “lobo”.

Contributo para o Echelon: Electronic Surveillance, MI-17

10 comentários:

  1. tenho pena que o lobo não o apanhe a ele. O prórpio, de maneira a que ficasse imprório. Quem muda sinais de pontuação com objectivos tão asquerosamnete perversos, merecia ser mordido no pescoço, não por um lobo mas por uma matilha.

    ResponderEliminar
  2. Se este gajo fosse filho do bush, de certeza não era tão parecido... bandido!


    BeijInha

    ResponderEliminar
  3. Cris:
    Só que essa gemte protegem-se uns aos outros. Cabia a cada povo correr com a mentira do poder, mas...
    bjs

    ResponderEliminar
  4. inha:
    Não é um filho de bush, mas é sem duvida um filho da...
    bjs

    ResponderEliminar
  5. Foi uma das grandes desilusões da política internacional, nos últimos tempos.
    Apesar de tudo, não é só cá que faltam políticos de nível.

    ResponderEliminar
  6. por outro lado dava imenso "jeito" arranjar um motivo para atacar o irão...
    talvez seja por isso que a "comunicação social" fale da detenção de 15 cidadãos ingleses em ves de dizer que se trata de militares...
    e gosto muito da exigência de "libertação imediata"...
    está a dar um "resultadão"...
    abraço

    ResponderEliminar
  7. Pois , é mesmo filho da...
    Quanto ao povo, Kaos, enquanto houver apenas meia dúzia a tocar nas feridas, e o punhado maior for oportunista, cobardolas e narcisista, acaba-se por apenas esgaravatar.

    P.S. Eu cá vou ser como a toupeira, na quero saber. Não hei-de ser ovelha de um pastor suicida.

    ResponderEliminar
  8. pinguim:
    Mais que ser uma desilusão foi um daqueles que se dizendo socialista fizeram do liberalismo a sua bandeira. para mais uniu-se ao assassino bush na luta pelo poder e petróleo mundiais.
    abraço

    ResponderEliminar
  9. luikki:
    E o Irão talvez necessite que o ataquem. Algo de estranho se passa.
    abraço

    ResponderEliminar
  10. Cris:
    Podemos não ser ovelhas, mas no fim sofremos da mesma sorte de elas todas. Temos de obrigar estas ovelhas a tornarem-se lobos.
    bjs

    ResponderEliminar

Ocorreu um erro neste dispositivo