terça-feira, março 27, 2007

Palhaçadas em Belém

Talvez por despeito de não ter sido convidado para comemorações dos 50 anos da Europa, o Sr. Silva resolveu fazer uma almoço de reflexão sobre ela, tendo para isso convidado 30 pessoas que estiveram envolvidas no processo de adesão de Portugal à dita cuja. Tudo isso teria sido normal e nada mais que uma simples palhaçada para aparecer no jornal, não fosse o facto de no meio de toda essa gente, Mário Soares não ter sido convidado. Não que eu tenha uma “amor” muito grande pela personagem, mas se há alguém a quem essa adesão possa ser atribuída é ele. As razões que encontro para tal facto não são muitas e penso que se resumem a estas três: Ou foi simplesmente por mau feitio e para ser mauzinho, ou porque teve medo de que a sua ignorância se notasse muito, quando comparada com o saber do velho Soares, ou então muito simplesmente porque a Europa do tempo do Marocas e do Delors, que se desejava política, económica e social, já nada tenha a ver com a actual Europa, onde o poder e o dinheiro são os únicos valores que contam. Seja como for, ficou-lhe mal, mas se pensarmos bem, tudo quanto faz tresanda a iniquidade e ignorância. Outra coisa não seria de esperar.

Contribuição para o Echelon: NATOA, sneakers, UXO

20 comentários:

  1. Eu opto pela tua terceira hipótese. Mas que tresanda, lá isso tresanda. E pior que isto, já não é de agora.
    Penso que nem o cheiro mudou, sequer.

    Ou ando patarota ou a tugalândia tem muitos cromos a votar como quem atira pedrinhas num rio, para as ver saltirar à tona. Anda tudo muito trengo cum caneco.

    ResponderEliminar
  2. A inveja é uma coisa muito feia. (apesar de também não ir à bola com o Marocas...)


    BeijInhas

    ResponderEliminar
  3. Cris:
    Venderam-nos gato por lebre e nós deviamos ter o direito de devolver o produto, não fossem estes iluminados andarem é a discutir uma maneira de o cozinhar. As pedrinhas até podem saltar, mas acabam sempre por ir ao fundo.
    bjs

    ResponderEliminar
  4. inha:
    Então tu votas na inveja. Talvez seja a razão certa, talvez não.
    bjs

    ResponderEliminar
  5. Independentementemente de se gostar ou não, tem que se ser justo!
    E Mário Soares foi um dos maiores obreiros da entrada de Portugal na União Europeia.

    ResponderEliminar
  6. Cá para mim ele teve medo que o bolacha maria comesse tudo e não deixasse nada para ele...

    ResponderEliminar
  7. exacto!
    nada mais seria de esperar de um ser pequenino, desconhecido (na europa) e mesquinho como o cavaco!
    abraço

    ResponderEliminar
  8. Henry Pote27/3/07 22:55

    Embora não morra de simpatias por Soares, tenho de convir que foi ele o grande estratego das negociações que conduziram à entrada de Portugal para o grupo da Europa (tenha sido essa uma boa ou má opção, haja em conta as diferentes sensibilidades).
    O que se estranha, ou talvez não, pelo que representa de deselegante e de pouco ética é a atitude do Sr. Silva ao “esquecer-se” de Soares para a cerimónia comemorativa do processo de adesão, a exemplo do que aconteceu com outras figuras da área laranja, essa sim, muito visível no encontro dos amigalhaços!
    Mas a descortesia (não quereria chamar-lhe má-criação, grosseria ou incivilidade) é um hábito comportamental perfeitamente natural desta gente! É mera rotina que já não nos deverá surpreender!

    ResponderEliminar
  9. pinguim:
    Dai não se entender esta atitude do Cavaco a não ser por revangismo, o que só lhe fica mal.
    abraço

    ResponderEliminar
  10. outsider:
    Uma questão de personalidade e de baixo caracter. O Soares sabe mais que o Cavaco sobre a Europa mesmo a dormir.
    abraço

    ResponderEliminar
  11. luikki:
    Um Zé ninguém sem qualidades e que só chegou a PR porque estamos nesta terra.
    abraço

    ResponderEliminar
  12. Henry:
    Não é só descortesia, é mesmo filha da putisse de um grande sacana. Só lhe ficou mal, mas outra coisa não seria de esperar.
    abraço

    ResponderEliminar
  13. Foi uma atitude cobarde, vingativa e 'revanchista', de um garoto de merda, embirrento, como só o Cavaco sabe ser.

    A que eu, mais propriamente, chamaria 'DOR de CORNO'...

    Um Xi da Porca

    ResponderEliminar
  14. Porca:
    Também me parece que a coisa foi mais vingança que outra coisa. Ou seja coisa de gente burra.
    bjs

    ResponderEliminar
  15. Pois o casal Silva só convida quem quer,mas isto devia aplicar-se apenas à sua casa. Belém é a casa do Chefe de Estado -não de um chefe de trupe de palhaços.

    O título do Kaos diz tudo!

    ResponderEliminar
  16. Henry Pote28/3/07 14:31

    De facto o Sr. Cavaco Silva pode convidar para sua casa quem muito bem entende. Agora com o que não se pode concordar é que sejam os portugueses a pagar os apetites pantagruélicos e famélicos daqueles que só ele entende dever sentar à sua mesa, em Belém!

    ResponderEliminar
  17. acabas exactamente o teu texto com o que eu acho. Outra coisa não era de esperar...
    Gente mesquinha, burra e de vistas curtas sentada à mesa que representa o país.
    jinhos

    ResponderEliminar
  18. anonimo:
    É que uma coisa é mau feitio outra é falta de categoria. O que é oficial não pode estar sujeito a birras de velho mimado
    abraço

    ResponderEliminar
  19. henry:
    Sim e aquela gente só come do bom e do melhor. Será que a Maria anda pela cozinha de barrete na cabeça?
    abraço

    ResponderEliminar
  20. tb:
    O pior é que não representa o país, é simplesmente uma caricatura mal feita de uma triste realidade.
    bjs

    ResponderEliminar

Ocorreu um erro neste dispositivo