quarta-feira, março 05, 2008

Solidariedade com "A Educação do meu unbigo e " Ensinar na Escola"

O Caniche

Albino Almeida, Presidente da Confap, que para mim nada mais é que a Associação Nacional de Alguns Pais, imagino mesmo que de muito poucos já que de todos os pais que conheço, até hoje nunca nenhum mostro reconhecer-se na suas palavras e opiniões, resolveu processar os Blogs “ A Educação do meu umbigo” e “Ensinar na Escola”. Segundo parece, a causa destes processos passa, não por considerar terem sido divulgados dados falsos, mas sim porque aí foi manifestada a opinião que a Confap definharia sem os subsídios estatais. Então também já me pode processar a mim, já que na minha opinião seria exactamente isso que aconteceria.

Quero aqui deixar publicamente a minha total solidariedade e a minha disponibilidade para tudo o que o Professor Paulo Guinote ou os autores do “Ensinar na Escola” necessitarem. Sempre acreditei no direito à liberdade de opinião e de indignação e nunca hesitarei em sair na sua defesa, por mais sinistras, importantes ou insignificantes que sejam os personagens que a atacam. Todos juntos vamos vencer.

Contribuição para o Echelon: NATOA, sneakers, UXO

18 comentários:

  1. Caro Jaos:
    Aquela figurinha realmente não engana. É o estilo "valentim loureiro" no esbracejar e no tom de voz. Fiquei com a pulga atrás da orelha depois de o ver no "prós e contras". Nunca lhe tinha dado atenção antes.
    O que ele parece não saber é um princípio inviolável da Declaração Universal dos Direitos do Homem, no ponto que passo a transcrever:
    "Article 19.
    Everyone has the right to freedom of opinion and expression; this right includes freedom to hold opinions without interference and to seek, receive and impart information and ideas through any media and regardless of frontiers".

    Também já tive umas ameaças no meu blogue, em fevereiro último,a propósito de projectos socráticos, e só depois reparei que eram falsas. Na altura um suposto secretário geral das nações unidas lembrou-me da existência deste artigo. Que é verdadeiro.
    E que se aplica a estes dois casos.

    Cumprimentos.

    ResponderEliminar
  2. Eu queria dizer "caro kaos" (desculpa!)

    ResponderEliminar
  3. Anónimo5/3/08 07:23

    http://vagaliberdade.forumotion.com/index.htm

    um espaço de debate democrático, do antigo expresso online !!!!!!!

    ResponderEliminar
  4. A verdade é sempre inconveniente! e os pequenos ditadores não gostam nada mesmo nada dela! A falta de vergonha desta gente já ultrapassa tudo! A minha solidariedade com os bloggers processados.

    ResponderEliminar
  5. solidariedade seria todos os blogs reproduzirem o que foi escrito nesses que foram processados para eles terem de processar TODOS os blogs.

    Entretanto, tive uma ideia:

    Que tal se nos próximos testes e exames do ensino básico e secundário todos os professores dessem a nota máxima a todos os alunos?
    Não é uma excelente ideia?
    Reparem bem:
    O governo fica radiante pois vai dizer que pela sua acção determinada e corajosa conseguiu elevar e muito o sucesso escolar.
    Os pais ficam felizes porque os seus meninos são os melhores.
    Os meninos também ficam contentes, claro. São todos aplicadíssimos.
    Os professores idem. Qual é o professor que não gosta que os seus alunos tenham bons resultados?

    Vendo bem, vendo bem... afinal nem é preciso realizar os testes nem exames, porque de qualquer maneira todos terão a nota máxima....
    Vendo ainda melhor... nem sequer são precisos professores... porque independentemente do que for ensinado o que interessa é o resultado final, as notas e essas são sempre as máximas.

    Assim o governo ainda fica mais contente. Pode dispensar todos os professores!
    Poupa imenso dinheiro, já viram? E até resolve o problema do défice!

    Basta contratar uns palhacitos (ou reconverter os ex-professores que entretanto ficaram desempregados) para entreter as criancinhas desde as 8h da manhã até às 8h da noite, enquanto os papás trabalham. As escolas deixam de precisar de professores, basta-lhes ter os auxiliares de educação. Esses ganham muito menos e podem continuar a preencher papeis o dia inteiro, nos tempos que sobrarem de entreter os meninos. Uns serão os auxiliares titulares (podem ser escolhidos aleatoriamente) e passam o dia a classificar os restantes. Depois podem trocar, que isso também é só para inglês ver.
    E assim ficam todos felizes.

    Rica ideia! Resolve vários problemas duma só vez!

    Há só um pequenino óbice... mas insignificante nos tempos que correm... O que ficarão a saber os pequenitos? Ficarão bem preparados para a vida? Estarão em condições de no futuro saber construir pontes, fazer melhores automóveis, curar doentes, criar software, desenvolver novas tecnologias, etc? Provavelmente, não. Mas isso agora não interessa nada. Já falta pouco para as próximas eleições. O que interessa é que fiquem todos felizes, agora, já!

    ResponderEliminar
  6. A blogosfera chateia muita gente. Não tem telefone do director nem contrato salarial para ser renovado

    ResponderEliminar
  7. A ideia da homoclinica é boa ... assim, daqui a uns 10 anos, o Governo (seja ele qual for) em vez de admitir 2 mil elementos para as forças de segurança, terá que admitir 10 mil ... Os senhores governantes andam a brincar com a educação e a cuspir para o ar ... o que sobe cai.

    ResponderEliminar
  8. E eu junto-me à sua solidariedade!

    Contra os cobardolas marchar, marchar...

    ResponderEliminar
  9. Ai ai..."unbigo"...

    ResponderEliminar
  10. Agradecimentos super-atrasados.

    ResponderEliminar
  11. Posso "roubar" o cartaz alusivo ao post????

    Como não vou aguardar pela resposta, espero que o Kaos não me processe pelo descarado "roubo" que vou perpetrar.

    :)

    ResponderEliminar
  12. e os exames? serão os resultado verdadeiros? em que escolas? nas privadas?

    ResponderEliminar
  13. prof: sujeito a estudar para santo que começa em padre e dá em doido. ou responsável involuntário pela abnegada burrice do aluno. ou intelectual sensato de baixa todo o ano. ou autoritário frustrado que se apanha algum a descobrir o corpo sozinho vai fazer queixinhas ao reitor e ameaça que o chumba. em portugal é frequente o poder pedir-lhe para subir as notas sob pena da coisa dar muito mau aspecto na média europeia.


    (JOAQUIM CASTRO CALDAS PÊS (excerto) de Convém Avisar os Ingleses, Quasi edições, 2002

    ResponderEliminar
  14. se a suspensão foi aprovada no parlamento, já não faz sentido fazer greve em Janeiro.

    ResponderEliminar
  15. o jaime gama "enganou-se" na contagem dos votos.
    in Expresso

    ResponderEliminar
  16. a propósito de avaliação. sabiam que a avaliação dos hospitais começa em Janeiro e acaba em 2019?

    ResponderEliminar
  17. Janeiro de 2009, entenda-se.

    ResponderEliminar
  18. O Albino é das tais pessoas que me fazem caîmbras no cérebro. Seria engraçado investigar o passado dele. Deve achar-se o máximo, o piroso.

    ResponderEliminar

Ocorreu um erro neste dispositivo