sexta-feira, abril 25, 2008

25 de Abril....de luto e em luta

24 Abril 2008

Em todos estes anos sempre vivi o 25 de Abril como um dia de festa, o dia em que conheci a liberdade e acreditei que seria minha para sempre. Hoje, depois de ver a nossa soberania a ser vendida a troco de alguns milhões para distribuir por alguns e alguns a condenar muitos milhões a viver nesta “ditadura” democrática de um país de alterne, de falsas alternativas. Custa ver este povo que vi cantar feliz nas ruas a festejar a liberdade, a ser amigo, solidário, a mostrar que o futuro não tinha de ser isto, triste, conformados e desesperançados a ser amansado e manipulado em redacções de televisões controladas pelo poder.
Cantava o Chico Buarque em 78 (como tão pouco tempo depois já os cravos murchavam)

Foi bonita a festa, pá
Fiquei contente
E inda guardo, renitente
Um velho cravo para mim

Já murcharam tua festa, pá
Mas certamente
Esqueceram uma semente
Nalgum canto do jardim

Por isso deixei de estar em festa e passeia a estar de luta e em luta. Em luta contra a mentira, contra um futuro sem futuro, contra um país uma vez mais adiado. Estou em luta porque acredito que ainda restará em todos uma semente daquele dia. Estou em luta porque, quem viu este povo nas ruas no dia 25 de Abril de 74 não pode deixar de acreditar, de saber, que quando ele vai reacordar. Nesse dia voltará a haver festa, pá.

Contributo para o Echelon: Electronic Surveillance, MI-17

9 comentários:

  1. http://pimentanegra.blogspot.com/2008/04/manifestao-antiautoritria-contra.html

    ResponderEliminar
  2. Eh, boa é a luta, quando há razão, como a dos professores, que já chegou à França, que a não conhecia há muito anos, levada de mão em mão.

    ResponderEliminar
  3. Viva o 25 de Abril!
    Obrigado aos militares que o fizeram.
    O blog não é meu, mas hoje espero uma imagem que reflicta a esperança, para que pelo menos uma vez não sejamos todos fadistas, e isso não sirva de supremo regozijo a quem nos oprime e abafa todos os dias.
    NM

    ResponderEliminar
  4. veglia raposa25/4/08 19:57

    Ihhh, como
    o tal miúdo se fez
    desonesto e feio, com
    o tempo, minha
    mãezinha!

    ResponderEliminar
  5. Ao "Europa conosco" contrapomos um "Rua com eles!"

    (surripiei-te a imagem e o excerto da letra do Chico.. acabei por não fazer nenhuma referência ao teu blog visto que já vem na imagem)

    ps: tens montagens brutais!

    ResponderEliminar
  6. esta está mesmo um caos... bem agarrada!

    ResponderEliminar
  7. Onde é que este traste tinha o cravo, assim como o Aníbal de Boliqueime. E depois dizem estes hipócritas de merda que é preciso fazer renescer na juventude os valores de ABRIL, se são estes gajos os primeiros a servirem-se do 25 de Abril, para depois o esquecerem. Razão tinha o Otelo.....

    Abraço e viva a revolução popular

    ResponderEliminar
  8. Kaos,

    "Há sempre alguém que resiste, há sempre alguém que diz não"

    ResponderEliminar

Ocorreu um erro neste dispositivo