segunda-feira, abril 28, 2008

Quem é que é oportunista?

Os Oportunistas

«O presidente do Comité Olímpico de Portugal (Vicente Moura), classifica como "oportunistas" os que defendem um boicote aos Jogos Olímpicos de Pequim 2008, devido às questões do Tibete e dos direitos humanos na China, considerando que uma decisão dessas não beneficiaria o povo chinês.»
in [Público]


Só posso dizer ao Sr. Vicente Moura que o meu único oportunismo ao defender o boicote aos JO de Pequim é o da defesa dos direitos humanos. Duvido por isso que tenha tanto a ganhar com o boicote quanto terá a ganhar o Comité Olímpico com a sua realização. Todos sabemos que os JO são um grande acontecimento mediático, que envolve muitas poderosas multinacionais e que os negócios e as negociatas são de muitos milhões. Defender a sua realização escondendo-se por detrás da expectativa dos atletas e do povo chinês é que me parece oportunismo, mas há muito que o chamado “espírito olímpico” é mais negociata que idealismo. Aliás, o “espírito Olímpico” já nos mostrou suficientes casos de corrupção que o mostram claramente.

Contributo para o Echelon: Electronic Surveillance, MI-17

51 comentários:

  1. É a hipócrisia no seu melhor. O espírito olímpico é uma treta, igual a tantas outras. São as grandes multinacionais a facturar à custa dos baixos!!!! "salários" (1 Dólar/dia) aliada à escravatura praticada nos países (Pakistão, Indía e China) onde são fabricados todos os acessórios desportivos consumidos no Mundo.

    Abraço

    ResponderEliminar
  2. Já agora,aqui do fundo do poço :NÃO SE ESQUEÇAM DOS PALESTINIANOS,c********!São 60(!) anos a virar frangos e,que ninguém liga nenhuma e,que não tem comparação com os tibetanos.O srt.Dalai Lama é mais tipo feudal o que no me gusta nada ademais o Tibete é uma região da China tal como o Algarve é!E o Kosovo,tb não kerem dar uma palavrinha?é que é parte integrante da Sérvia!!!!

    ResponderEliminar
  3. Quanto à «defesa dos direitos humanos» o melhor é pensar duas vezes:

    Os guerreiros de Buda financiados pelos assassinos de Bush

    ResponderEliminar
  4. Porque será que quando se fala de direitos humanos na China só pensam no Tibete. Há muito mais sangue a correr no pais Amarelo

    ResponderEliminar
  5. zé leitão28/4/08 23:08

    O melhor mesmo era acabar com os Jogos Olimpicos... Ficava resolvido.

    ResponderEliminar
  6. Neste admirável mundo novo os chineses esforçam-se para no capítulo da canalhice não ficar atrás de ninguém. Capítulo mais recente: exportação de armas por barco (An Yue Jiang) para defender esse extraordinário regime do Zimbabwe... barco que - curiosamente - vai descarregar em Angola, depois de não o ter conseguido fazer em Moçambique e na África do Sul! O capitalismo no seu mais tenebroso esplendor: não há maior orgasmo do que o dum bom negócio!
    NM

    ResponderEliminar
  7. Tanta criatividade atolada nesta aldrabice do império americano e seus lacaiozitos feudais tibetanos. O kaos até sabe a verdade. Já lhe foi aqui e alhures contada.
    Mas teima em fazer a festa com esta aldrabice pegada.

    Que desgraça.

    ResponderEliminar
  8. Kaos..sinceramente pensei que você fosse mais inteligente,...lá vem você outra vez com essa treta dos direitos humanos na China,....não vê que a China tem especificidades próprias, ...não é como governar qualquer país da Europa ??? tem problemas específicos diferentes de todos os outros....como fronteiras complicadas, excesso de população e o sistema económico possível para dar de comer a tanta gente, há aqui até um idiota que fala do barco que vai da China para o Zimbabwe,...era o que faltava agora não terem o direito de terem negócios com quem bem entenderem. Kaos deixe-se de palermices e veja as coisas com olhos de ver,...por favor não venha novamente com o discurso perfeitamente imbecilizado de dizer que não se cala,..por causa dos direitos humanos...blá, blá, blá.....isso é estúpido...e os direitos humanos nos EUA....aí tá tudo bem....hipócritas.!!!!!

    ResponderEliminar
  9. Jogos da hipocrisia, da conveniência, onde se revelam interesses dos milhões que multinacionais mais valorizam e reclamam, não impedindo agressões a nações, conceitos éticos e desvalorizando valores humanos , PROPONHO:
    Não ver rigorosamente nenhum acontecimento desportivo "olimpico" emitido por qualquer canal televisivo, por satélite e internet. Não ler (comprar) jornal/revista que contenha notícias e crónicas sobre o mesmo evento.
    Eu actuarei desta maneira, a atitude fica com cada um !
    ZENDO_55

    ResponderEliminar
  10. Eh, tamém digo.

    Além de parasita, fundamentalista e hipócrita, o senhor do Tibete, o esclavagista lalai lama, é o grande oportunista desses jogos. E assim quantos lhe vão atrás, sabendo-se ò não passarinhos da ci-ai-heil, Cia!

    Que até tem graça o revisto:
    - Heil, Cia!

    ResponderEliminar
  11. O Kaos, lá quem
    seja, lá cai como
    a mais gente cai,
    a bem, a mal, por
    atrasadice natural
    ou outra deficiência.

    ResponderEliminar
  12. Também Salazar dizia que Portugal tinha problemas específicos e que isso justificava a ditadura. Eu nunca acreditei muito nisso, mas cada um é como cada qual.

    ResponderEliminar
  13. Porra,...agora é demais...este Kaos é estúpido que nem uma porta...deve ser bom tipo mas é uma anedota imbecil !!!

    Agora quer fazer comparações com o Salazar....olhe que a estúpidez tem limites.....!!!!

    ResponderEliminar
  14. mugabe:
    Estupido seria se te respondesse porque teria de baixar ao teu nivel.

    ResponderEliminar
  15. Sim, kaos, mas aquilo que o homem diz faz sentido. Em que é que os protestos contra a realização dos jogos olímpicos de Pequim beneficiam quem quer que seja?

    Sim, kaos, os JO são um grande acontecimento mediático, que envolve muitas multinacionais com negócios de muitos milhões. E? São só isso? Não são um conclave dos desportistas do mundo inteiro, que passam vidas inteiras a treinar só pela honra de lá poderem estar? Imaginas quantas pessoas se mataram a trabalhar na esgrima, no tiro, no pentatlo moderno, no hipismo, no takwendo, na canoagem, no remo, na vela, no ténis de mesa, no hóquei em campo, e em todas as modalidades que não envolvem negociatas de muitos milhões, por um espírito olímpico que existe mas que desprezas porque achas que é tudo negociata?

    Boicote é simplesmente uma manifestação de ignorância. Se existem violações dos direitos humanos em toda a China, como existiram em todos os países comunistas, boicotes a manifestações que publicitam esses direitos é um contrasenso. É como matar o Nelson Mandela como protesto contra o Apartheid.

    ResponderEliminar
  16. Calma, calma.

    Somos livres e mesmo que isso custe a muito boa!!!! gente (chineses, tibetanos, americanos e quejandos) continuamos a sê-lo.

    Essa de governar a China ser diferente de governar outro país é de bradar aos céus, então os chineses não tem o direito de ser como nós? falar, manifestar, cuspir, fazer amor e terem os filhos que entenderem, terem internet quando e como quizerem, etc..

    Por muito que não se goste do sistema americano não podemos comparar os direitos humanos de um e outro país, falo só no que está consignado em ambas as constituições.

    Que o tal "dai a lama" (foi de propósito) não é flor que se cheire (cheira-me bastante a CIA) é verdade, que esta situação cheira a oportunismo político/económico, também não deixa de ser verdade, agora, dar a nossa opinião livremente, contrapor as dos outros sem ofender cada qual, é uma questão de cidadania e liberdade.

    Que não existe liberdade na China é verdade, que não rspeitam os direitos humanos, também é verdade, e isso é que me/nos interessa, o resto são balelas.

    PS (salvo seja)
    De anónimos não reza a história.

    Viva a Liberdade
    Vivam os direitos Humanos
    Viva o 25 de Abril
    Viva a Revolução
    Viva o 1º de Maio

    ResponderEliminar
  17. Oh kaos! Liberdade de expressão das nossas próprias ideias, não é o que aqui defende? Se um visitante considera estúpido algo que publica isso é perfeitamente legítimo e tem que se sujeitar a tal apreciação. Ou fechar o blog a comentários.
    Quanto ao ZENDO_55, pergunto-lhe se teve essa mesma atitude esquerdelhuda nos jogos olímpicos de Atlanta, em 1996. É que, não sei se sabe, os Estados Unidos são os responsáveis, directos ou indirectos, pelos maiores atentados aos direitos humanos que se têm vindo a praticar por esse mundo fora ao longo da segunda metade do séc. XX e início do séc. XXI.
    Faço-lhe a mesma pergunta a si, kaos. Teve a mesma militância pró-boicote em 1996?
    Faço-lhe ainda outra: não terá sido um maoista em tempos? É que nessa sua militância vejo-o acompanhado por (para além da CIA e seus delegados) ex-maiostas famosos, como Durão Barroso e Ana Gomes, a expurgar os seus pecados...

    ResponderEliminar
  18. O regime chinês é uma merda, ou melhor: é uma grande MERDA.
    Num planeta ideal as criaturas que defendem aqui aquela merda, deviam ser obrigadas a trabalhar como operários nas fábricas chinesas que estão a produzir o milagre do crescimento económico chinês, e a receber o mesmo salário!
    «Especificidades próprias»???? Em África a excisão do clitóris é uma especificidade própria! Na Índia o assassínio das mulheres pelas famílias dos maridos que não gostam do dote de casamento, é uma especificidade própria! Em Portugal exportar para a China as bestas que defendem os assassinos chineses deviam ser uma especificidade própria! Porra!

    ResponderEliminar
  19. anónimo:
    Claro que defendo a liberdade de expressão e por isso aí está o comentário. Agora quem foi chamado de estupido não foi a minha opinião mas a minha pessoa. Podem chamar, não sou é obrigado a entrar nesse jogo. Passo.
    Quanto ao ter sido Maoista, nunca fui, e defendo aquilo em que acredito como quando quero. Quem não gosta, não come

    ResponderEliminar
  20. Kaos saberá, mas, como tantos, é mais um dado às conveniências. E de bonza hipocrisia o abençoe de lalai lama o nu braço.
    Que não lhes diz nada Guantanamo ou o Iraque, enquanto os mova mais a queda prà Cia.

    ResponderEliminar
  21. O anónimo que quer exportar pessoas prá China e lhes chama bestas...eu exporto-o para a puta que o pariu,...!!! acho piada pessoas como o Kaos e o Ferroadas condenam a China mas defendem os americanos e este até diz que na América do Norte existe liberdade....ó meu caro informe-se melhor para não dizer asneiras...ou é da CIA ????AHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAH

    ResponderEliminar
  22. Não respondeu à minha pergunta, kaos: foi assim tão militante no boicotismo em 1996? Ou só se lembrou dos direitos humanos agora?

    ResponderEliminar
  23. É formidável como em nome duma pretensa defesa da liberdade de expressão e dos direitos humanos, alguns se limitem à prosaica e mui portuga veia do insulto fácil.

    Haja pachorra!

    ResponderEliminar
  24. A sua opinião não foi escrita pela sua pessoa ?? AHAHAHAHAHA

    Responda ao anónimo por favor...em Atlanta como foi ?? também protestou ou só se lembrou agora dos direitos humanos ?

    ResponderEliminar
  25. Anonimo:
    Já tinha respondido e torno a responder. Defendo o que quero quando quero e onde quero. Não devo explicações a ninguém.
    Posso é estranhar tanta militância em defesa de um regime ditatorial por parte de alguns, mas há muitos para quem a liberdade é boa para si mas dispensável para os outros.

    ResponderEliminar
  26. Viva a liberdade
    viva o 25 de abril
    viva a banca
    e viva o socrates
    mais o busha, a cia e guantanamo, além do kaos e anonymos.

    E viva o Tibete, a China enorme, que assim resista ao saque dos mercenários.

    Viva!

    ResponderEliminar
  27. Ò Mugabe a tua mãe é que é uma grande puta e tu não passas de um KGBêzeco de merda daqueles que defendiam o regime que fez um pacto com o Hitler.
    Cada fez que se fala da China vêm para aqui com bestialidades e ordinarices e ainda têm a lata de chamar fascistas e agentes da CIA aos outros.
    Tens um nick mesmo a condizer...

    ResponderEliminar
  28. Não responde? É óbvio. A resposta é não. Não o incomodam os regimes ditatoriais do Chile, da Arábia Saudita, do Iraque Saddam e pós-Saddam(abençoado pelos USA), da Indonésia, etc., etc., nem os direitos humanos em todos esses sítios e mais as dezenas que esse magnífico país, que o kaos quis boicotar em 1996, foi atacando e dizimando ao longo dos anos.
    Não deve explicações a ninguém. Limita-se a ir mentindo, escamoteando a verdade, única forma de justificar esse moralismo hipócrita. Ofende-se quando o atacam, mas ofende mentindo (como quando diz que alguns vêm para aqui defender regimes ditatoriais, quando, COMO SABE, não é disso que se trata, da denuncia da fantochada pseudo-pró-tibetana).
    Não deve explicações a ninguém, de facto. Mas estes seus posts, pela incoerência, pelo falso moralismo, pela verdade que só se diz quando interessa, são, pura e simplesmente, ridículos.

    ResponderEliminar
  29. obviamente, acima deve ler-se "que o kaos NÃO quis boicotar em 1996" e ainda "não é disso que se trata, MAS da denúncia"

    ResponderEliminar
  30. Ó ANÓNIMO FILHO DA PUTA: és um cobardezito que nem nome colocas meu cabraozão,....deves ser mais um pedófilo da Casa Pia...rabeta!!!

    ResponderEliminar
  31. Bom,...está confirmado: o Kaos não protestou quando de Atlanta,...não quer responder,..sinal que apoiou esses Jogos...ali ele não viu direitos humanos ameaçados....está explicado...é amiguinho dos Américas !!!!

    ResponderEliminar
  32. É curioso: o Vicente Moura parece o padre Melícias...
    NM

    ResponderEliminar
  33. E não se esqueçam de boicotar os jogos olímpicos seguintes, em Londres, capital de um dos países mais criminosos que aí andam!

    ResponderEliminar
  34. Oh, em Londres já nós boicotámos, não vamos tornar a fazê-lo, só por isso, fique claro. De mais, sempre há-de haver gente sem carácter. E nós somos bons a isso, cum carago.

    ResponderEliminar
  35. Antes de mais um pouco de boa educação nunca fez mal a ninguém e parece que há por aí quem se esqueceu disso.
    Quanto ao resto eu defendo o que defendo e sempre defendi a liberdade e o respeito pelo ser humano. Defendio em muitas causas e contra ditadores de todas as cores e países. Critico os Americanos pelos seus crimes como o faço com os Israelitas, palestinianos, arabes, indonésios coreanos, europeus ou africanos. Estou um pouco farto das acusações que me fazem e nem me vou dar mais ao trabalho de responder.

    ResponderEliminar
  36. Gosto de polémica, não de ordinarice.

    Se os blogs são uma das formas de cidadania e liberdade infelizmente existem ordinários que não a respeitam, por eles sinto pena.

    Abraço

    ResponderEliminar
  37. á então agora percebi...O Kaos não tem consciência de classe,...vai a todas, estamos entendidos!

    o ferroadas pelos vistos é o Xerife deste espaço, zelador da moral e dos bons costumes...heheheheh

    ResponderEliminar
  38. Oh, e eu tou é contra esse parasita do lalai, fundamentalista, hipócrita do raio, com desejos de ainda exercer a escravatura, cujos termos e tradição lá deve guardar na cuca, em forma de tirania, ainda que sob a bandeira protectora do invasor amigo dos kaos deste mundo, co'a manipuladora de bonzos e cristãos a carneiros da cia.

    ResponderEliminar
  39. É só conversa de cassete...

    ResponderEliminar
  40. Pois,...é a cassete....e tu não és nada facho não senhor......!

    ResponderEliminar
  41. Anónimo1/5/08 00:47

    Tenho tanto de facho como de PêCê.
    Tu é que não passas de um chuleco dum boy do PêCê a esfolar os contribuintes e trabalhadores deste país, a quem o partido arranjou emprego lá na Câmara Municipal, sem teres passado por um concurso público, e onde te passeias à anos sem fazeres ponta dum corno! Vai trabalhar! Vê lá se aprendes a fazer alguma coisa de útil na vida para te vemos a cor do suor, porque suor intelectual, pelo nível dos teus comentários, é coisa que nunca produziste, nem produzirás, porque entre as orelhas só tens vácuo...
    Aproveita para marcar uma consulta num psiquiatra e tratar essa obsessão homossexual.
    O teu ídolo Mao e o Salazar eram feitos da mesma massa, por isso é que em Macau nunca houve movimento de libertação nem guerra.
    Aproveita para tomar um bom banho porque fedes a milhas.

    ResponderEliminar
  42. Vai levar no cu....paneleiro!!

    ResponderEliminar
  43. Bruno Pires1/5/08 22:20

    Ó Kaos pôe fim a esta peixeirada do caralho, estes tipos eram bons para viverem no tempo so Salazar, ou então na URSS ou na China do Mao, bem o bico abriam.

    ResponderEliminar
  44. Anónimo2/5/08 10:46

    Abriam, abriam... eram os policías políticos do regime.
    NM

    ResponderEliminar
  45. não
    batam
    mais nos
    bonzos, meninos!

    ResponderEliminar
  46. Já chega. Se fossem dizer asneiras para o caralho. Estou farto de filhos da puta que falam daquilo que não sabem. Se não conseguem fazer comentários sem dizer asneiras e ofender os outros vão-se embora e não voltem. Estou farto de gente fascista que se diz de esquerda. A liberdade só possivel para quem acredita nela
    Vão todos à merda

    ResponderEliminar
  47. Anónimo3/5/08 11:21

    Não percebo a necessidade de fugir do essencial para o insulto fácil.
    Não é necessário falar em "putas", "paneleiros" ou "caralhos" para afirmar o que é uma evidência: se os jogos fossem nos EUA, na Austrália ou em Londres (Guantanamo, Timor, Iraque, etc.) não haveria movimento de boicote, não haveria problemas de Direitos Humanos. Por várias razões - pelo eurocentrismo, porque é mais fácil alinhar com campanhas lançadas e estimuladas pelos médias dominados, por preconceitos anti-comunistas, etc.
    Já percebi que o KAOS acredita na "informação" que dispõe sobre o Tibte e não quer deixar de o fazer. Por isso não vou insistir. Mas fica o desafio: e que tal umas campanhas sobre o que defacto se passa no mundo? Palestina, Guantanamo, Grécia (imigrantes e comunistas atacados a tiro pela democrática polícia), Egipto (Ditadura made in USA ataca e massacra o próprio povo), Espanha (centenas de presos políticos por delito de opinião), República Checa (Juventude Comunista ilegalizada), Hungria (Partido Cpomunista em Tribunal), Iraque (1 milhão de mortos e segue), Timor (Austrália e USA desenvolvem plano há um ano para recolonizar o país e pilhar os seus recursos), etc., etc.

    ResponderEliminar
  48. Anónimo3/5/08 15:46

    Podemos mesmo acrescentar, enquanto recupera o fôlego, a China, a Birmânia, a Coreia do Norte, o Nepal, as traseiras de Guantanamo, o Zimbabwe, Angola, o Darfur, a Madeira, o império colonial francês, a Tchetchénia, o Curdistão ... Ainda estamos todos? Ou só vale para alguns?
    E já agora repete-se a interessante pergunta lá de cima: porque é que nunca houve guerra em Macau nem movimento de libertação? A par da linda história do Tibete vendida pelo PC Chinês, a da monarquia dos queridos líderes norte-coreanos (com particular destaque para as fábulas do seu nascimento), há-de existir uma linda história sobre os amores de Salazar e Mao… vá lá, partilhem-na connosco, não a guardem aí na sede do PCP...

    ResponderEliminar
  49. Digamos
    o arremedo dos
    fracos, esta tendência
    a servilismos
    ciáticos

    não
    lhe parece,
    kaótiko?!

    ResponderEliminar
  50. Anónimo4/5/08 15:02

    Espanha com centenas de presos políticos por delito de opinião? Só no tempo do franquismo, porque agora quem tem um processo movido pelo Baltasar Garzón Real é a ETA.
    Porque é que estes senhores e os partidos que os apoiam não ganham as eleições? Lá, como cá, o povo é burro! Por isso é que na União Soviética dispensavam as eleições...

    ResponderEliminar
  51. Anónimo5/5/08 23:05

    A verdade:
    1. O Tibete é chinês há muito tempo, e dizer que o "os chineses reuniram-se com os tibetanos" é tão estúpido como dizer "os portugueses reuniram-se com os transmontanos"
    2. No tempo em que o Dalai-Lama governava a província do Tibete, 95% da população eram escravos. "Sua santidade" eram um macabro senhor feudal.
    3. A resistência tibetana é tão real como a resistência transmontana.
    4. A CIA criou uma frente Tibete tal como criou, em várias décadas, frentes de "luta pela democracia" noutros pontos do globo, sempre que esteve em risco a influência imperial norte-americana. Portugal cá teve o Mário Soares. Depois de Pinochet, Savimbi e outros, muitos, democratas, o cabecilha é desta vez o Lama, desiludido com a perda do poder feudal.
    5. O PCP nunca apontou qualquer outro país como modelo de sociedade. Muito menos, como é sabido, a China como modelo de socialismo. No entanto, alguns dos mais fervorosos pró-boicotanos, como Durão Barroso ou Ana Gomes, lá andaram a defender o comunismo chinês e tempos não tão longínquos que tenhamos perdido a memória.

    Isto é a verdade. Quem quiser que a consuma.
    O resto é mentira e são perturbações mentais.

    O Kaos é pouco honesto na sua abordagem a este assunto. Foge da verdade como o Diabo da cruz. Recusa-se a responder claramente ao óbvio, porque se afundou em contradições. Nem sequer tem a coragem de reconhecer que é anti-comunista. Caso não o fosse, já teria feito a devida menção à moção de censura que o PCP vai apresentar na AR no dia 8.

    ResponderEliminar

Ocorreu um erro neste dispositivo