quarta-feira, maio 28, 2008

Socialista de Plástico

Homem de Plástico

«Manuel Alegre declarou em Angra do Heroísmo, que o presidente do Governo Regional dos Açores, Carlos César, "não é um socialista de plástico, feito por uma agência de comunicação".»

Que raio queria ele dizer com aquilo? Não estou mesmo a ver quem possa ser o Socialista de plástico. Deve ser algum "tique" poético, afinal o homem é poeta e não um Engenheiro.

Contributo para o Echelon: spies, IWO, eavesdropping

10 comentários:

  1. Maria José28/5/08 18:55

    Ora bem, se é de plástico,...ecoponto....amarelo. Certo! Não é para lá que vai o lixo de plástico. Bem, só há um problema: não o queremos nem reciclado!

    ResponderEliminar
  2. E incinerado também não, é que a poluição do ar seria terrível!!

    ResponderEliminar
  3. Kaos
    Na esperança de que a gravura possa acrescentar valor semântico à linguagem metafórica, dava para aproximar um pouco mais? Estou em pulgas para conhecer a que tipo de plástico Manuel Alegre se referia:)

    ResponderEliminar
  4. Kaos
    Vale a pena uma visita.
    "Mais des recoupements d'informations et de dates laissent supposer qu'il pourrait s'agir du Groupe de Bildergerg,..."
    Ler aqui o resto.

    ResponderEliminar
  5. Se não se pode reciclar, se não se pode incinerar tenho uma proposta que resolve a questão a contento de todos.
    Quem leu "Da Terra à Lua" de Júlio Verne recorda-se que a nave espacial não conseguiu «alunar» e ficou com os seus ocupantes a girar ad eternum na órbita lunar. Está aqui a solução! Manda-se a coisa pelos ares e pomo-la a girar à volta da Lua até ao fim dos tempos.
    Eu voto nessa...
    JFrade

    ResponderEliminar
  6. hehehhehe
    muito boa esta, Kaos.

    ResponderEliminar
  7. Pode-se fumar em órbita?
    JSerra

    ResponderEliminar
  8. Fumar, só mesmo em espaços abertos, nem dessa o veriamos preocupado.

    caparicaredneck.blogspot.com

    ResponderEliminar
  9. O Alegre queria dizer "merda" em vez de "plástico". O Alegre foi educado nas classes que para dizerem "merda" são capazes de escrever um soneto sem dizerem a palavra feia! Hoje já muitos falam como ele, em vez de dizerem "isto é merda" dizem "isto é plástico".
    Um abraço de plástico

    ResponderEliminar