terça-feira, julho 29, 2008

A Escola dos corruptos

O Tonecas

Alberto Martins, líder parlamentar socialista, disse que a sua bancada “não recebe lições de combate à corrupção do engenheiro João Cravinho” e promete continuar esse “combate sem tibiezas e sem desautorizar o esforço que está a ser feito”.

Eu não sei como acontece com os outros, mas eu não tenho vergonha de dizer que, apesar de ser um “cota”, todos os dias aprendo algo com aquilo que vejo, com aquilo que ouço, com os meus filhos ou com o Sr. da mercearia. Só esta escumalha, que abusa do poder que lhe deixamos ter, diz não aceitar lições de ninguém. Nem o Alberto Martins aceita lições sobre corrupção nem o Sócrates sobre “ser-se de esquerda”. Parece que sabem tudo sobre tudo, que têm todas as verdades enquanto nós, os outros, só temos maldade e ignorância. Até aceitam que lhes chamemos de arrogantes e prepotentes, mas infelizmente não é tão simples como isso. Este discurso é a melhor forma de não terem de se explicar sobre os problemas, de fugirem às responsabilidades que têm. Esta canalha protege os corruptos e envergonha o “ser-se de esquerda”. Mas, não cantem vitória, não pensem que esse discurso engana toda a gente. Ainda há quem os oiça e sinta asco nas suas palavras. Cada vez há mais gente que entende a pulhice que se esconde debaixo delas. Esta gente envergonha toda uma democracia.

Contribuição para o Echelon: NATOA, sneakers, UXO

19 comentários:

  1. Esta gentalha dá um novo significado à palavra "Idiota".
    Quem não aprende não cresce, e o resultado desta premissa está à vista em Portugal.
    É graças a este tipo de mentalidade, herdada de um certo Portugal que, pelos vistos está mais perto do que distante, que chegamos a este marasmo caótico em que vivemos.
    Claro que para esta gentalha de caca está tudo bem, eles estão bem, o resto que se desenrasque.
    Mas é preciso ter calma, que esta gentalha vai acabar mal, muito mal mesmo, pena é que tenham de arrastar com eles um país inteiro que não entende a merda de gente que mete no poder.

    ResponderEliminar
  2. Também não tinha ficado nada mal ao senhor Cravinho ter recusado o exílio dourado. Quanto a lições para as ouvir não basta ter orelhas, é preciso ter ouvidos!

    Um abraço dum eterno aprendiz

    ResponderEliminar
  3. Sabes por que é que eles parece que já nasceram ensinados? É porque são comandados. Obedecem a instruções e não estão programados para dizer discordar delas, senão perdem os tachos. Tão simples quanto isto. Subalternos obedientes ao seu dono Bilderberguiano!

    Abraço aqui tão perto!

    ResponderEliminar
  4. Se sabem não o demonstram porque as soluções não aparecem, bem pelo contrário. Várias centenas de processo de corrupção vão ser arquivados e obviamente que este destino vai incentivar os respectivos autores em continuarem na sua cruzada de extorsão de dinheiros públicos e ainda incentivar outros em lançarem-se nesta cruzada, dado que este tipo de crime compensa. O resto não passa de conversa fiada, quer a levada a efeito pelo Cravinho que quando teve oportunidade não actuou quer daqueles que dizem não precisarem de ser ensinados quanto ao modelo de combate que ainda não conhecemos nenhum.

    ResponderEliminar
  5. Olha amigo, já não me convencem, é tudo farinha do mesmo saco, é tudo a mesma merda de gente. Que nos interessa o blá, blá, blá, costumeiro, a retórica de meia tijela, NADA.

    Só com a mudança de sistema se consegue.

    Abraço solarengo

    ResponderEliminar
  6. Para este gajo estar a falar assim é porque anda a comer ou,então,anda a fazer de guarda costas aos graúdos do partido e,nesse caso ainda é mais merda!Claro,que o Cravinho untaram-lhe as manápulas e,ala que basou daqui pra fora.Eu quero que se fodam,para mim são saco da mesma farinha e,eu não ia almoçar com esta gentalha.
    Gostei muito da sua humildade ou sabedoria,o sr. é um filósofo de verdaeq nada tem a ver com a gaja de vilar de perdizes

    ResponderEliminar
  7. Filhos da puta! É preciso ter descaramento. Depois de terem alterado o Código Penal para safar uma série de amigos no Processo Casa Pia e Operação Furacão. Apertar-lhes a cabeça num torno ainda era pouco...

    Abraços Kaos.

    ResponderEliminar
  8. João Areosa29/7/08 15:33

    Caro Kaos

    Tem o condão de saber colocar "o dedo na ferida"... estou plenamente de acordo.
    Vou ficar "cliente" habitual deste blog.
    Um abraço e obrigado por no abanar as consciências!

    ResponderEliminar
  9. E não haverá qualquer relação entre este não aceitar lições de ninguém e as confusões que fizeram na Educação?

    ResponderEliminar
  10. Desde quando os iluminados precisam de luz? Apenas os professores, esses atrasados mentais, precisam de ser massacrados com aprendizagens e "boas práticas".
    Portugal entrou numa fase negra há já algum tempo mas, eu acredito, tal como diz o migueldeo, que esta gentalha vai acabar mal. Temos que acreditar. A escuridão não pode ser eterna.

    ResponderEliminar
  11. Este Alberto Martins é a caricatura dele próprio, uma versão rasca do personagem que vende a alma ao Diabo. Longe vão os tempos do «Peço a palavra». O Salazar era menos ladrão que qualquer ladrão do partido socialista, que também mandam matar os opositores ao regime. Tropa portuguesa em Portugal já!

    ResponderEliminar
  12. Aquele momento referido no comentário anterior dá que pensar,( que terá acontecido entretanto?) cada vez que o dito sr. tem destas -e outras semelhantes -tiradas. Há pessoas que não aprendem com ninguém, nunca...

    ResponderEliminar
  13. PLANO PARA SALVAR PORTUGAL DA CRISE
    ... e o Sócrates tem um papel importante!!

    Passo 1:
    Trocamos a Madeira e os Açores pela Galiza, mas os espanhóis têm que levar o Sócrates.

    Passo 2:
    Os galegos são boa onda, não dão chatices e ainda ficamos com o
    dinheiro gerado pela Zara (é só a 3ª maior empresa de vestuário).
    A indústria têxtil portuguesa é revitalizada. A Espanha fica
    encurralada entre os Bascos e o Sócrates.

    Passo 3:
    Desesperados, os espanhois tentam devolver o Sócrates. A malta não aceita.

    Passo 4:
    Oferecem também o Pais Basco. A malta mantem-se firme e não aceita.

    Passo 5:
    A Catalunha aproveita a confusão para pedir a independência.
    Cada vez mais desesperados, os espanhois devolvem-nos a Madeira
    e os Açores e dão-nos ainda o Pais Basco e a Catalunha.
    A contrapartida é termos que ficar com o Sócrates.
    A malta arma-se em difícil mas aceita.

    Passo 6:
    Damos a independência ao País Basco.
    A contrapartida é eles ficarem com o Sócrates.
    A malta da Eta pensa que pode bem com ele e aceita sem hesitar.
    Sem o Sócrates Portugal torna-se um paraíso e a Catalunha não causa problemas.

    Passo 7:
    Afinal a Eta não aguenta o Sócrates, e o País Basco pede para se tornar território português. A malta faz-se difícil mas aceita (apesar de estar lá o Sócrates).

    Passo 8:
    Fazemos um acordo com o Brasil. Eles enviam-nos o lixo e nós
    mandamos-lhes o Sócrates.

    Passo 9:
    O Brasil pede para voltar a ser colónia portuguesa. A malta aceita e manda o Sócrates para os Farilhões das Berlengas apesar das gaivotas perderem as penas e as andorinhas do mar deixarem de por ovos.


    Passo 10:
    Com os jogadores brasileiros mais os portugueses Portugal torna-se
    campeão do mundo de futebol!

    Passo 11:
    Os espanhóis ficam tão desmoralizados, que nem oferecem resistência quando os mandamos para Marrocos.

    Passo 12:
    Unificamos finalmente a Península Ibérica sob a bandeira portuguesa.

    Passo 13:
    A dimensão extraordinária adquirida que une a Península e o Brasil, torna-nos verdadeiros senhores do Atlântico. Colocamos portagens no mar, principalmente para os barcos americanos, que são sujeitos a uma sobretaxa tão elevada que nem o preço do petróleo os salva.

    Passo 14:
    Economicamente asfixiados eles tentam aterrorizar-nos com o Bin Laden, mas a malta ameaça enviar-lhes o Sócrates e eles rendem-se
    incondicionalmente. Está ultrapassada a crise!

    ResponderEliminar
  14. Não foi este Martins que nos tempos de Coimbra cuspiu na cara dum Presidente da República?????

    ResponderEliminar
  15. Este Martins pediu a palavra. Não cuspiu na cara de ninguém. E pelo que se conhece ou estava completamente embriado ou estava completamente febril.
    O único gajo de tomates no Partido Socialista chama-se José Lamego. Foi preso duas vezes pela PIDE. À primeira safou-se. À segunda amargou-as. Mas portou-se como um Homem: aguentou a tortura da PIDE sem se chibar. Aliás nem percebo como é que ele por lá se mantem...

    ResponderEliminar
  16. Anónimo1/8/08 23:14

    Este Alberto Martins não foi aquele cabrão que achava - e levou a dele avante - que os portugueses tinham de lhe pagar a ida ao futebol (julgo que Barcelona vs. F.C. Porto)?

    ResponderEliminar
  17. Anónimo3/2/09 20:49

    Boa noite..
    Se existe pessoa que mais lutou pela liberdade e pela Democracia, essa pessoa foi Alberto Martins, e as pessoas que falam sem conhecimento de causa deviam corar de VERGONHA...
    Sem mais de momento...cumprimentos a todos os educados e os filhos da maezinha que não tem culpa da ignorância de seus filhoos

    ResponderEliminar
  18. Anónimo3/2/09 20:49

    Boa noite..
    Se existe pessoa que mais lutou pela liberdade e pela Democracia, essa pessoa foi Alberto Martins, e as pessoas que falam sem conhecimento de causa deviam corar de VERGONHA...
    Sem mais de momento...cumprimentos a todos os educados e os filhos da maezinha que não tem culpa da ignorância de seus filhoos

    ResponderEliminar
  19. caro anonimo:
    Não questiono o papel do Alberto Martins na luta pela democracia, mas sim o papel que faz actualmente. O resto é história ter feito algo de bom não dá direito a fazer algo de mal depois

    ResponderEliminar

Ocorreu um erro neste dispositivo