segunda-feira, outubro 27, 2008

Recorde Presidencial

recorde dos 20 mil milhões

"O diploma entrou na Presidência da República às 14:00, o Presidente da República estudou-o antecipadamente e às 14:30 promulguei o diploma", afirmou Cavaco Silva. "Foi talvez o diploma elaborado com maior rapidez alguma vez em Portugal, quer pela actuação da Assembleia da República, que o discutiu ontem, quer pelo enviou à Presidência, quer pelo tempo dedicado pela Presidência ao seu estudo, como disse antecipámos a sua analise, quer pela promulgação", ou seja, continuou Cavaco Silva, "o diploma está em condições de ser publicado".
Questionado se pensa que esta medida será suficiente para a situação que se vive, Cavaco Silva disse apenas: "Eu espero bem que sim".

Será Recorde Mundial, poderá ser inscrito no Guiness?
Sempre soubemos que o Sr. Silva era amigo dos Bancos, o seu principado como Primeiro-ministro são disso a prova. Mesmo assim temos estranhar como neste país, onde não há dinheiro para pagar a um vigilante de museus ou a uma qualquer auxiliar para uma escola ou uma enfermeira num Centro de Saúde, tanto o governo como o Presidente sejam tão lestos a disponibilizar 20 mil milhões de euros para ajudar bancos. Bancos, que dizem não estar a ser afectados pela crise do “lixo-tóxico” e até apresentam esta ano lucros superiores a 30%. Já são quem menos IRC paga neste país, tanto pela lei como pela engenharia financeira, são quem criou esta crise com a ganância do lucro e vão acabar por ser quem mais vai beneficiar com a crise. O que eu realmente gostava era vê-los correr tanto e serem tão generosos quando milhares de pequenos negócios fecham e milhares de trabalhadores caiem no desespero do desemprego e da pobreza. Mas, aí, nunca há dinheiro, ou como se parece provar, nunca há vontade.

PS: Sei que esta noticia já não é de hoje, mas não queria deixar de registar aqui este Recorde Presidencial.

Contributo para o Echelon: Electronic Surveillance, MI-17

2 comentários:

  1. com os bancos a terem em seu poder a vida das pessoas, quero crer que Cavaco até julgava que estava a promulgar a salvação da pátria.

    mas será que ninguém se lembra que em vez de darem aos banco, era melhor política combater a dependência dos portugueses da própria banca?

    estou curioso para ver a composição dos Conselhos de Administração dos bancos daqui a 10 anos...

    ResponderEliminar
  2. Se lá chegarmos com a configuraçaõ da sociedade tal como a conhecemos.Nada me garante que se vá desencadear algo novo...
    Eu acho(sic!) que um grupo de cidadãos apresentassem aos freaks do Guinness,mais um record da maluqueira destes 'governantes',ie,empregados bem pagos e com promessas de irem para as empresas depois para fazerem a bonita figura do coelho,ao fazer sair 'coelhos da cartola'...

    ResponderEliminar

Ocorreu um erro neste dispositivo