quarta-feira, fevereiro 25, 2009

Taxas moderadoras e cerimónias

Taxas e Cerimonias

«A ministra da Saúde, Ana Jorge, foi ontem ‘bombardeada’, no Parlamento que confrontou a ministra Ana Jorge com o "esbanjamento de 90 mil euros em duas cerimónias pomposas que dariam para custear 5000 diárias de internamento numa unidade de Cuidados Continuados de longa duração". O secretário de Estado Adjunto e da Saúde, Francisco Ramos: "Não foi desperdício. É importante haver condições para transmitir a informação às pessoas."
A ministra Ana Jorge foi criticada pelas taxas moderadoras em cirurgia e internamento, consideradas "injustas" pela Oposição. Ana Jorge disse não acabar com o pagamento, para os "utentes terem consciência do custo real da saúde".
Houve ainda críticas pelo fecho de 14 Urgências e por terem aberto apenas nove dos 25 Serviços de Urgência Básica (SUB) anunciados.»

São necessários 45 mil euros para haverem condições para informar as pessoas? Subam a um palanque na praça e informem-nos que sai de borla e serve muito bem. Ou, pelo menos não nos venha dizer logo de seguida que compreendemos a necessidade de pagarmos taxas moderadoras para sabermos quanto custa a saúde. Muito mais barata certamente se não andassem a gastar dinheiro em cerimónias, propaganda e mordomias.


4 comentários:

  1. Que horror!
    JSerra

    ResponderEliminar
  2. Este Governo tem um ponto forte, muito forte mesmo. É fazer de conta que faz. É campeão no jogo das aparências.

    ResponderEliminar
  3. E alguém tem culpa de ficar doente??!?

    ResponderEliminar
  4. Esta quadrilha socialista sem vergonha não tem o menor pudor.
    Antigamente ainda se davam ao incómodo de fingir que eram de esquerda,agora é à descarada a vigarice.
    Não têm o menor escrúpulo a gastar dinheiros públicos em festas e acções de propaganda.
    Os pobres têm que suportar custos de saúde acrescidos para perceberem que nada é de graça,os políticos por sua vez vivem riquíssimos esbanjando os dinheiro descontado pelos pobres e não precisam de perceber que quem lhes paga pode não ter dinheiro os tratamentos.
    Hipócritas!
    Esta Ana Jorge pertence à seita socratina da perversão,por isso nada me espanta.

    ResponderEliminar

Ocorreu um erro neste dispositivo