segunda-feira, março 30, 2009

G20 - O circo está montado

G20

Da BBC Brasil em Londres - Uma manifestação que reuniu dezenas de milhares de pessoas em Londres inaugurou o "circo" de protestos que a cidade espera ver armado para o encontro do G20, que terá lugar na capital britânica na próxima quinta-feira. ...

O mal é mesmo esse, o de os protestos e exigencias por um mundo melhor em que o homem seja colocado acima do lucro já é visto e anunciado como um circo que todos esperam ver, uma tradição a cumprir e sem a qual uma cimeira dos mais ricos não estaria completa. O poder do capital que tem nas nãos o poder dos média,torna o protesto num espectáculo folclórico retirando-lhe o conteúdo.
Se realmente queremos mudar o rumo das coisas temos de começar a lutar todos os dias e em todos os lugares, temos de protestar sem hora marcada.


9 comentários:

  1. Muito bem dito.
    Mas são cada vez menos as vozes...

    ResponderEliminar
  2. nunca perder a oportunidade de colocar a tal pedrinha na engrenagem!
    Yes, we...eeekend!

    ResponderEliminar
  3. Dumoc:
    Parece-me que isto já não vai lá com pedrinhas só com pedradas

    ResponderEliminar
  4. O meu blog foi privatizado pela razão de ter havido plágio de textos ( e não só, infelizmente). Caso haja por aí quem queira continuar a ler-me é enviar um email.
    inesanonima@gmail.com

    ResponderEliminar
  5. Zé Leitão31/3/09 00:23

    Eu espero muito sinceramente que o "circo" continue. Sobretudo se for um "circo" cada vez maior e com mais persistência, tipo em vez de ser um dia fosse uma semana.
    Obama vai fazer muitas vazas porque tem os ases e os reis, quer isto dizer que é o único que sabe ao que vai e é o único que sabe como dar início á resolução do problema. A tarefa não é fácil porque vai ter pela frente um bando de esclerosados mentais que são os políticos europeus( com as honrosas excepcções.
    Para ser um "circo" a sério, a manifestção de Londres teria de ter nas ruas bem mais de 1 milhão de pessoas e que de algum modo paralizasse a cidade. A cereja em cima do bolo seria que essa manifestação viesse a fazer parte da agenda da cimeira......sob proposta de Obama :-)))

    ResponderEliminar
  6. Da cimeira do G20 sairá algo de jeito?

    A ver vamos.

    Vão decidir a nacionalização do sector financeiro, porque a moeda e o crédito são bens públicos essenciais?

    E porque deixar esse sector nas mãos dos que geraram a crise nada mais é do que propiciar novas crises?

    Vão criar uma nova moeda de pagamentos internacional, que substitua o dólar, porque uma moeda que é necessária a todos deve estar sob a supervisão internacional e não ser manejada a seu belo prazer por um único país, os EUA que põem as máquinas de imprimir notas a funcionar sempre que querem e sem consultar ninguém?

    Vai ser decidido o congelamento das enormes, improdutivas e inflacionarias despesas militares, com os EUA a gastarem mais que toda a gente e com o Obama a aumentar ainda mais as enormes despesas militares do tempo do Bush?

    Os EUA, o Obama, vai comprometer-se a fechar as bases militares que tem na Europa, em Portugal também?

    Vai decidir-se acabar com o ultra proteccionismo da economia dos EUA? Por exemplo, investidores estrangeiros vão poder comparar empresas importantes nos EUA, como investidores estadunidenses compram no estrangeiro?

    Será que vão tentar uma solução em que saia um mundo mais equilibrado, ou, pelo contrário, não se atreverão a tocar na hegemonia dos EUA e que estes pretendem manter?

    Etc, etc, etc.

    E sobre as manifestações, quantas mais melhor. Pessoalmente só lamento não puder estar lá!

    ResponderEliminar
  7. Ze Leitão e BG
    Também eu gostaria de lá estar e participar, mas na esperança de se poder passar do circo à acção. Só tirara a pressão da panela não resolve nada, há que agir, há que fazer

    ResponderEliminar
  8. Zé Leitão31/3/09 23:56

    Isso de tirar a pressão à panela não percebo bem, acho que é uma treta.Pelo contrário, é pressionar. Umas vezes com mais pressão outras com menos.

    ResponderEliminar

Ocorreu um erro neste dispositivo