domingo, junho 14, 2009

Um manguito bem merecido

homenagem hipocrita

Quando o Sr. Silva era primeiro-ministro deste país, nesses desastrosos tempos em que Portugal foi vendido ao capital financeiro, os cidadãos transformados em números e cifrões e este jardim começou a cair no buraco sem fundo do liberalismo, esse mesmo Sr. Silva recusou uma pensão ao herói do 25 de Abril, Salgueiro Maia na mesma altura em que a concedeu a dois ex-pides. Ao escolher Santarém para fazer as celebrações do dia de Portugal, este Sr. Silva viu-se na obrigação de lhe prestar uma homenagem junto do monumento que recorda o seu heroísmo. Um acto da maior hipocrisia que só merece o nosso desprezo e indignação. Este Sr. Silva não tem sequer o direito de lhe limpar as botas e devia pedir desculpa aos familiares do Capitão Salgueiro Maia, devia pedir perdão a todo o país. A grandeza do Salgueiro Maia nada tem a ver com a pequenez deste Silva. Triste o povo que não se indigna com tanta hipocrisia.

19 comentários:

  1. Este sinhor silva não tem vergonha na cara, como a escola de homens de sucesso que formou.

    ResponderEliminar
  2. É triste vermos que não há memória neste país. Nem o Presidente a tem.

    ResponderEliminar
  3. O Povo vai de férias durante dois meses e o Presidente recandidata-se a mais cinco anos de presidência. Ao menos poderia distribuír umas latas de atúm, o pessoal está a morrer de fome.
    JSerra

    ResponderEliminar
  4. Caro amigo

    Admiro o seu poder de sintese... Eu não fui capaz de ser tão curto e directo, mas mão deixiei de me indignar em “SHAME ON YOU”, CAVACO SILVA!!!
    - http://sol.sapo.pt/blogs/xadrezismo/archive/2009/06/12/_1C20_SHAME-ON-YOU_1D202C00_--CAVACO--SILVA_210021002100_.aspx

    Cumprimentos

    ResponderEliminar
  5. Eeste Salgueiro Maio, foi mais um dos que queria mais dinheiro, por aderiu à revoltas de uns putos.
    Foi uma pena aquela cena na Rua dos Bacalhoeiros no Brigadeiro não lhe ter dado um tiro.
    Tinha terminadoa revolução, e hoje não estávamos na miséria em que estamos.
    a Bem da Nação

    ResponderEliminar
  6. Meu caro amigo,

    Cada cabeça, sua sentença. Se essa é a sua opinião, que remédio temos senão aceitá-la, até porque sabemos que temos muita gente neste país com opiniões similares, provavelmente a maioria do povo, diria. Não é a minha, mas por certo sozinho não está com certeza.

    ResponderEliminar
  7. O problema do sr. Silva é ser um fascista envergonhado.
    -Um parasita que um chulo que recebe reformas milionárias e depois põe se a dar lições de moral. Grande filho da puta. é o que o sr. silva é um grandissimo filho da puta.

    ResponderEliminar
  8. Essa da pensão para Salgueiro Maia pelos bons serviços prestados ao país não lembra ao Diabo. Não concordo e Cavaco aí esteve bem como esteve mal nas que atribuiu aos dois ex-pides. Não vamos misturar as coisas...

    ResponderEliminar
  9. O Sr. Silva é assim Kaos...

    ResponderEliminar
  10. Anónimo:
    Não lembra porquê? Porque não foi como outros que aproveitaram para arranjar alguns lugares bem remunerados? Se havia quem a merecesse era ele.

    ResponderEliminar
  11. Anónimo das 10:31
    Lá sabes, mas quem tinha as armas e não as usaram para limpar a cambada de ditadores que andava por aí foram oe militares de Abril. talvez esse tenha sido o seu maior pecado ou talvez a maior grandeza. Coisa que tu pelos vistos não compreendes na tua pequenez de espirito.

    ResponderEliminar
  12. Karocha:
    Ser como é em nada melhora a ideia que tenho dele...antes pelo contrário

    ResponderEliminar
  13. Já somos dois Kaos, nunca gostei dele nem como primeiro-ministro...agora como PR, quem não acreditava em mim , está a começar a dar-me razão!!!

    ResponderEliminar
  14. Mais do que merecido, sem dúvida.

    ResponderEliminar
  15. Cavaco é um pulha, mas a Srª esposa do Salgueiro Maia se dignificasse a memória do marido teria recusado alinhar na fantochada. É o que faz, e fez, gente com dignidade. Claro que uns dinheirinhos extras ajudam sempre...

    ResponderEliminar
  16. "Triste o povo que não se indigna com tanta hipocrisia"

    ResponderEliminar
  17. Bom, Bom, era que o 25 de Novembro tivesse ido AVANTE! E já agora, tambem colocavam uns no campo pequeno...

    ResponderEliminar
  18. AP:
    Eu falo de liberdade e coiragem, tu do campo pequeno. Conceitos diferentes de ver a vida e a grandeza humana.

    ResponderEliminar

Ocorreu um erro neste dispositivo