quarta-feira, setembro 16, 2009

As garras do Obama

Embargo a Cuba

O Presidente dos Estados Unidos assinou hoje uma ordem prolongando o embargo dos Estados Unidos a Cuba. "O Presidente determinou que é do interesse nacional dos EUA continuar durante mais um ano o exercício de algumas autoridades relativamente a Cuba, ao abrigo da Lei de Negociar com o Inimigo", diz um comunicado da Casa Branca.

Os discursos podem ser bem elaborados, as intenções bonitas, mas a prática fica-lhe muito atrás.

7 comentários:

  1. Estará a fazer concessões ao lobby conservador, que lhe chama "comuna", para avançar com a reforma na saúde?

    ResponderEliminar
  2. Aqui tens o motivo pelo qual a tua defesa de uma aliança entre o BE e a CDU não é coerênte para nós, os Comunistas. Vais continuar a apoiar a mentira na qual querem que vivamos?

    ResponderEliminar
  3. Mas os americanos nunca mais param? Reduziram Cuba à miséria, porque eles nacionalizaram os casinos e os bordeis da máfia?

    Eles nunca vão esquecer que Cuba poderia ter sido o princípio da independência da América Latina. O terror de lidar com uma maioria de populações jovens e dinâmicas face a uns EUA, que apenas atraem emigrantes enquanto houver dólares. No dia em que faltarem os EUA desfazem-se: as costas -sobretudo a oeste- ricas e um centro 3º mundista.

    ResponderEliminar
  4. Du:
    Não, o que quero dizer é que o Obama é mais do mesmo e se há americanos que lhe chamam comuna só demonstra a sua burrice.

    Megafone:
    Se houvesse uma aliança de esquerda ela poderia ser poder. Passar as culpas para os outros esquecendo as nossas não altera a realidade

    ResponderEliminar
  5. Sempre o afirmei, o Obama é igual aos demais, como dizia o outro "mundam as moscas, mas a merda é a mesma". Quem manda naquele país de estúpidos são os lobby's, todos sabemos disso, eles existem em todos os sectores de actividade, controlam tudo à sua volta, ora o Obama ou cede aos mesmos ou então enfiam-lhe um balázio na cabeça, tão simples como isso. Esta reforma do sistema de saúde que está a tentar fazer é a prova disso mesmo.

    ResponderEliminar
  6. Kaos, não iria tão longe. Já era certo que por muita boa vontade que ele tivesse ia ter que ceder aos lobbys, caso contrário nunca teria chegado à presidência. Digamos que no meio do charco, é do melhor que se pode arranjar. Continua dentro do sistema mas pelo menos dá ideia de pensar pela própria cabeça e querer de facto mudar alguma coisa. Cuba é que não escapa, seja de que forma for. Leva sempre.

    ResponderEliminar

Ocorreu um erro neste dispositivo