quarta-feira, setembro 02, 2009

Casamento tradicional (sem procriação)

A família tradicional e o acasalamento

A líder social-democrata, Manuela Ferreira Leite, afirmou mesmo que, com este executivo, "diluíram-se pilares da sociedade como a família e o casamento". "Criou-se um ambiente de intriga e de falsas verdades, diluíram-se pilares da sociedade como a família e o casamento, para impor a verdade da lei onde devia prevalecer a liberdade individual".

Bagão Félix, durante a apresentação do Programa eleitoral do CDS, afirmou que “Eu também respeito as minorias, mas que essas políticas mais ou menos discutíveis, mais ou menos por caminhos diversos, não prejudiquem nem anulem a base fundamental da sociedade que é a família tradicional”.

O líder do PS, José Sócrates, advertiu que a 27 de Setembro "uma das principais escolhas será entre duas mundivisões". Ou seja, "há duas formas de olhar para a sociedade e para o futuro. Aqui, neste partido, neste Governo, ninguém acredita que o casamento deve servir apenas para a procriação; aqui ninguém acredita que é preciso uma lei do divórcio que o dificulte, porque aqui acredita-se na liberdade e na tolerância".

Durante as eleições para o parlamento Europeu, quando se deviam discutir os tratados, as directrizes, as leis que nos impõem, andaram a falar de problemas internos do país, para agora, altura para discutir as politicas que nos têm condenado a sermos cada vez mais o cú dessa Europa, resolvem colocar como tema da campanha a família e o casamento. Importante é ocupar tempo de antena sem discutir aquilo que realmente é importante e mostrarem diferenças que permitam sair da crise. Não porque não queiram, mas porque todos pensam o mesmo, mais estrada menos estrada, mas nenhum tem realmente as respostas para o problema. Só o poder interessa.

PS: Mas que é triste que ainda haja gente, como a Manuela Ferreira Leite, que considera que o casamento só serve para a procriação, lá isso é.

4 comentários:

  1. Anónimo2/9/09 03:36

    sim, ela não é divorciada? casou para procriar.. procriou e divorciou lool

    ResponderEliminar
  2. Alternativas?

    É votar nos pequeninos e nos extremos...

    ResponderEliminar
  3. Os Arnolfini devem estar os dois aos saltos nas tumbas!

    ResponderEliminar
  4. Já agora, não foi esta gaja que queria suspender a democracia por "seis" meses.

    ResponderEliminar

Ocorreu um erro neste dispositivo