terça-feira, novembro 17, 2009

Problema comezinho

 problema comezinho

Mário Soares, considerou que o processo Face Oculta, não passa de um «problema comezinho», desvalorizando desta forma a investigação, o seu impacto político e o envolvimento do primeiro-ministro José Sócrates. Por fim, antigo Presidente afirmou que «é preciso que a Justiça não seja uma face oculta».

Realmente se só se tratasse dos 10 mil euros que dizem o Armando Vara ter recebido seria mesmo comezinho, mesmo os quase milhão pago em luvas pelo gajo da sucata poderia ser considerado migalhas, (Só no BPN o estado já enterrou muitos mais), mas parece esquecer o Marocas que o que está em causa, e se não está devia estar, é o facto de vivermos numa sociedade onde a corrupção é prática comum, dos simples funcionários administrativos aos mais altos governantes. Para ajudar a justiça que temos parece viver em promiscuidade com o poder político e económico sendo mesmo utilizada como arma politica. Um país corrupto e sem justiça é um país inviável. É por isso importante que se acabem com as faces ocultas e todos possamos ver a cara dos corruptos e da corrupção.


14 comentários:

  1. A Mim Me Parece17/11/09 13:09

    Claro que Mário Soares só pode considerar comesinhos os casos da face visivel deste processo que refere os 10.000 Euros que terão corrompido o Vara ou até os 750.000 Euros supostamente distribuidos pelo sucateiro Godinho para olear as dobradiças de variadas portas públicas e semi-públicas. Como "comesinho" era o fax de Macau que provava ter ele recebido 40.000 contos de sobornos. Mas o processo foi chamado de "Face Oculta" e não de "Face Visivel".

    ResponderEliminar
  2. Ai não querem justiça popular? Que estão estes gajos a pedir?

    Este (Face-Oculta) como todos os outros, são para ficar no esquecimento da justiça e na inoperância do sistema.

    Entretanto uns quantos chicos-espertos (digo advogados e afins) vão-se enchendo de dinheiro e protagonismo.

    ResponderEliminar
  3. Esqueci-me de dizer, quanto ao marocas do marfim, já ninguém lhe liga.

    ResponderEliminar
  4. Zé Leitão17/11/09 16:14

    Espectáculo compadre! este boneco vai correr a web

    ResponderEliminar
  5. ..."Um país corrupto e sem justiça é um país inviável."...

    Caro Kaos, mas quem é que lhe disse que se queria Portugal um país viável???
    Então, depois como é que os ratos iam ao queijo???
    Não brinque connosco meu Caro Amigo, os países viáveis, são-no porque tem poderosos raticidas.
    Parabéns pelo boneco, mais um para a minha colecção, espero que não leve a mal.
    Um abraço.

    LUSITANO

    ResponderEliminar
  6. E é este apelidado pelo pai da democracia?V^-se,que é um lapsus linguae, é CLEPTOCRACIA!

    ResponderEliminar
  7. Muito bem!
    Pensa que é um Buda, mas cada vez se enterra mais.

    ResponderEliminar
  8. Esta corja politica rebola-se de gozo com a passividade dos lorpas dos tugas, face às roubalheiras com que estes pulhas delapidam o estado!
    Há muito tempo que perderam a vergonha pelos desmandos praticados, mas agora que dominam o aparelho judicial e tudo o resto, até o medo se foi...
    O que falta afinal é um contra-poder que meta esta gentalha na ordem.
    Nos tempos das fp25, não se atreveriam a tanto, o cagaço refreava-lhes o ânimo e o vicio do gamar, naqueles cuzinhos não cabia um bago de milho.

    ResponderEliminar
  9. Tá boa a desse anónimo: pai da democracia!? Dois azares o dela: não lhe bastava o pai ainda por cima é irmã do João Soares!
    Valha-nos a consolação de que há muitas democracias na terra.
    Um abraço sobrenatural e oriental

    ResponderEliminar
  10. Kaos, sei que não ligas muito a isto, mas deixei-te um prémio aqui
    http://vaderetro-hurtiga.blogspot.com/2009/11/and-winner-is.html

    ResponderEliminar
  11. Um problema comezinho, banal, escrevia hoje o António Pina na crónica do JN, se já nos habituámos a ver isto, todos dias, a ladroagem à solta, sem moral nem vergonha nem mais princípios que encher a mula e fartar, com a justiça de mãos dadas ao poder biltre, maçon.

    ResponderEliminar
  12. O homem, Mário Soares, ainda vive no tempo da monarquia, em que os mesmos governavam sem oposição de alguém e eternamente, e tudo o que vinha de baixo (do povo) era desvalorizado. Roubar 100 euros não é o mesmo que roubar 100 milhões? Julgo que não...Um dia, isto terá o seu preço a pagar...Só se o povo for cego, surdo e mudo.

    ResponderEliminar
  13. Já apareceu um gabarolas num programa da sic noticias a falar que os partidos democráticos têm sido vitimas de vigaristas e que eles coitados são enganados pelos oliveiras e costas,valentins,felgueiras,isaltinos.Só que o grande cabrão,que merecia um murro nos dentes não explicou,pq são os partidos do arco do governo(é bonita esta designação) que 'sofrem',citadinhos deste azar.
    Ao que ponto é q chegou a PROPAGANDA.Estão mesmo a pedi-las...

    ResponderEliminar
  14. Mário Soares é o Pai (e a Mãe, e o Irmão, e o resto da família) desta Ladroagem toda. Merece mais a cadeia do que o madoff

    ResponderEliminar

Ocorreu um erro neste dispositivo