terça-feira, dezembro 15, 2009

E que tal uma visita ao Trbunal de Haia?

culpado

Tony Blair considerou que a invasão do Iraque se teria justificado mesmo que a presença de armas de destruição massiva não tenha sido provada, uma vez que Saddam Hussein «representava uma ameaça para a região». «Evidentemente, que teríamos usado e desenvolvido argumentos diferentes quanto à natureza da ameaça».

Teriam de ter inventado outra desculpa, quis ele dizer. Mas quem é ele para decidir se um país soberano deve ou não deve ser invadido por ele não gostar do líder desse país? Quem lhe concedeu o direito de se considerar policia, juiz e carrasco? Está na hora de o levar perante a justiça internacional para ser julgado por crimes contra a humanidade e contra o direito internacional. Ele, e toda a corja que na altura colaborou num crime que custou a vida a centenas de milhares de inocentes. Enquanto esta gente não for castigada vai continuar a fazer o mesmo noutros países do mundo para servir a indústria de armamento, os grandes negócios e o poderio do Império Americano.

7 comentários:

  1. A Mim Me Parece15/12/09 01:00

    Alguém sabe o que aconteceu e onde pára Manuel Noriega, o "Ananás", Presidente da República do Panamá em Dezembro de 1989 quando Bush pai resolveu mandar invadir o seu País e raptar e Presidente da República levando-o preso para os EUA?

    ResponderEliminar
  2. A mim me parece:
    Segundo me lembro está preso por tráfego de droga. Foi pelo menos essa a justificação dada.

    ResponderEliminar
  3. não esquecer as comissões em part-time, pequenas guerras que atravessaram os anos oitenta e não constam dos compêndios.

    é como agora dos desmpregados em part-time: lá arranjam uma jorna de quando em vez.
    http://desempregadoempart-time.blogspot.com/

    ResponderEliminar
  4. Se ao menos continuasse a dizer que estava convencido que havia as tais armas, ainda tinha alguma desculpa, assim não sei onde quer chegar.

    ResponderEliminar
  5. E se em vez do tribunal de Haia um tiro nos cornos.

    ResponderEliminar
  6. Caro
    Kaos,
    Saddam foi invadido e morto, não por ter armas de destruição maciça, não por ter morto os curdos, mas, porque tinha petróleo e o não quis entregar de mãos beijada aos abutres internacionais, e ainda por cima teve aousadia de o vender em Euros em vez dos "sagrados" dólares, uns papéis um pouco rijos para limpar o cu, mas que não valem mais que o dito higiénico.
    Bush, Blair, Durão, Rice, Aznar e Ca. Lda., deviam era ser julgados no Tribunal de Nuremberga, com os seus amigos nazis, que financiaram e depois como não se portaram à maneira, vai de lhes colocar uma gravata ao pescoço.
    Mas como a verdadeira máfia, a máfia financeira e militar/industrial é que os coloca nos postos chaves, não tenham esperanças, e a Nª Sra de Fátima também já me disse, que tem mais que fazer do que castigar estes fora-da-lei, quem os elegeu que os ature.
    Não vale a pena chatear-nos, pois, o 2012 já está perto e depois não vai haver safa para ninguém.
    Cumprimentos.

    LUSITANO

    ResponderEliminar
  7. Distraído também!

    Bom natal para todos.

    ResponderEliminar

Ocorreu um erro neste dispositivo