segunda-feira, dezembro 14, 2009

Os Moinhos de Belém

um quixote em belém

Este Alegre Quixote continua a ir a jantares de apoio à sua candidatura a Belém para dizer que ainda não sabe aquilo que todos sabemos, que vai ser candidato. Uma coisa é certa, já mostrou não ser o que este país necessitava para sair da apatia e crise de valores em que se encontra. O limbo socialista em que vive, em que não é nem carne nem peixe, em que critica hoje os mesmos que apoia amanhã não dá nenhumas garantias. Quem não assume as suas posições com clareza e determinação, quem continua a fazer guerras a moinhos de vento acaba por não ser a mudança necessária.

4 comentários:

  1. O desejo máximo deste "manel triste", nesta democracia de opereta que ele ajudou a consolidar, é chegar a PR. Tem engolido tudo o que é sapo(vivo ou morto) servido pelo injinheireiro, que não o quer em Belém nem pintado.
    Não entendo como este candidato se mantém na corrida? Será masoquismo!? O homem não enxerga o óbvio, quando chegar o momento certo, o nosso primeiro dar-lhe-á o respectivo biqueiro, tirando-lhe o tapete.
    Está mais que visto que vai morrer uma vez mais na praia e é o único que ainda não percebeu a "coisa" - santa ingenuidade.

    "A mim ninguém me cala..."

    ResponderEliminar
  2. Thanks for share. Great artickle, nice post.
    kaos | kaos distro | distro online | distro
    distro online | distro | kaos murah | jual kaos

    ResponderEliminar
  3. title="Enviar comentários" href="http://wehavekaosinthegarden.blogspot.com/feeds/3080317989495594140/comments/default">

    ResponderEliminar

Ocorreu um erro neste dispositivo