domingo, maio 23, 2010

O filantropo

filantropo

A partir de agora todos aqueles que perderem os seus empregos, todos aqueles que passem por grandes dificuldades já têm o seu problema resolvido. Não necessitam de se zangar com o governo, lançar pragas aos ministros, chamar de inútil ao Presidente ou Chulos aos deputados. Basta fazerem uma visita ao Continente e servirem-se. Se alguém tentar impedir de encher os bolsos, digam que são povo, têm fome e mostrem-lhe o jornal com a autorização do pai Belmiro.

4 comentários:

  1. Se fosse um político a dizer uma frase destas já estava demitido. Por ser dito por quem tudo pode dizer, à semelhança do que tem dito noutras ocasiões, todos têm receio de dizer seja o que for contra, para não beliscar a sua honorabilidade, a começar pela classe política e a acabar no mais comum dos cidadãos. Só um homem com grande poder económico pode dizer tudo o que lhe apetecer. Mesmo que seja a mais pura das realidades. O outro é o Kaos claro!

    ResponderEliminar
  2. Kaos

    Vende fotocópias do jornal a 1 € pois eu não tenho e um carrinho de compras cheio por 200 paus compensa.
    Pensa nisso.

    Isso;)

    ResponderEliminar
  3. Tens toda a razão Kaos... Mas se ele tratasse melhor os empregados dele, lhes pagasse, também estaria a contribuir para a resolução da crise...

    Saudações Chaladas

    ResponderEliminar
  4. Este era mais um....enfim!!!!...

    Se alguns lhes desculpam as alarvidades, eu não.

    O gajo que se veja ao espelho e reflicta.

    O poder no dinheiro não é tudo, a arrogância animalesca do dito, é, quanto a mim, de uma sabujo a que (quase) todos se vergam.

    ResponderEliminar

Ocorreu um erro neste dispositivo