terça-feira, junho 01, 2010

Até quando?

Nazy

Custa ver um povo que sofreu aquilo que sofreu o povo Judeu durante a segunda guerra mundial, passar de vitima a carrasco e a praticar agora ele o desrespeito pelas leis internacionais, pela vida dos outros e pelo genocídio de um povo. O bloqueio à Faixa de Gaza, terror e a miséria a que condenam aquela terra e aquelas gentes é, há muito, uma vergonha, não só para Israel, mas para toda a comunidade Internacional que o permite. O assalto a barcos carregados com ajuda humanitária, os mortos e os feridos que causaram são o ultimo crime cometido. Todos agora ouvimos e nos indignamos, talvez por não serem só os palestinianos as vitimas da violência israelita, mas a nossa indignação já muito nos devia ter sido manifestada por tudo aquilo que têm feito. Será bom que a partir de hoje não mais esqueçamos o sacrifício daquele povo e lhe estendamos a mão da solidariedade e não nos cansemos de lutar pelo fim do bloqueio e do genocídio.

Nazy

9 comentários:

  1. Há muito que digo que o judeu é igual a um nazi...

    Saudações Chaladas

    ResponderEliminar
  2. Anónimo1/6/10 23:29

    Bando de ignorantes.. Assim alimentam ainda mais a xenofobia. Já não bastam os católicos andarem ás escondidas a culparem os judeus de tudo e mais alguma coisa...

    APRENDAM: JUDEU, é diferente de SIONISTA.

    O sionismo é que é uma política nacional-socialismo não o infortúnio, que vós mantendes terrível, de nascer de mãe judaica.

    Muitos judeus seguiam nos barcos que foram atacados,a lutar por Gaza, a paz e os palestinianos.

    BANDO DE IGNORANTES DA PSEUDO-ESQUERDINHA IGNORANTE STÔRA-CORPORATIVISTA-FASCISTA DE PORTUGAL!!!

    ResponderEliminar
  3. Foi com estas e outra que os Judeus despertaram o ódio, ao longo dos tempos!

    ResponderEliminar
  4. Realmente......
    Judeu é uma coisa, sionista é outra completamente diferente. O judeu quer a paz nomeadamente com os seus irmãos árabes, sionista é doutrina assassina, é fanatismo religioso, no fundo, a diferença entre sionismo e fascismo, não é nenhuma.

    ResponderEliminar
  5. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderEliminar
  6. Anónimo2/6/10 19:28

    Mas o leitmotiv da expedição não era levar a preciosa ajuda humanitária aos coitadinhos dos palestinianos?
    Então tu, que sabes tanto destas coisas KAOS, és capaz de explicar porque razão a preciosa ajuda humanitária não entrou pela fronteira entre o Egipto e Gaza????

    ResponderEliminar
  7. Caros Amigos
    Aqui deixo uma ligação para que se perceba um pouco mais do que é o Sionismo e o seu papel no chamado Holocausto.
    É uma pequena amostra mas serve para esclarecer certas confusões que por aí reinam.
    Aqui:

    http://silenciodospoetas.wordpress.com/2009/05/06/aspectos-sombrios-do-sionismo/

    mais aqui:

    http://silenciodospoetas.wordpress.com/2010/06/02/de-perseguidos-a-perseguidores-a-licao-do-sionismo/

    Cumprimentos.

    LUSITANO

    ResponderEliminar
  8. Anónimo4/6/10 14:33

    O Egipto tem um muro de betão e a porta fechada entre Gaza e o Egipto. Eles que até administraram Gaza de 48 a 67 lá sabem...

    ResponderEliminar
  9. O problema daqueles que apoiam a "Solução Final" é que os judeus aprenderam a defender-se!

    ResponderEliminar

Ocorreu um erro neste dispositivo