segunda-feira, junho 14, 2010

Mahmoud Abbas. A face de um traidor

traidor

O presidente da Autoridade Palestiniana, Mahmoud Abbas, opõe-se ao levantamento do bloqueio naval de Israel a Gaza por considerar que isso iria ajudar o Hamas e terá dito isto ao presidente norte-americano, Barack Obama, no seu encontro, na passada quarta-feira.

Que se pode chamar a um governante que defende o genocídio, a miséria, a desgraça do seu próprio povo só porque, quando houveram eleições votou contra ele? Que se pode chamar ao Presidente de um país que apoia as acções de outro país com quem está em guerra, que lhe ocupa e rouba território, que mata o seu povo? Filho da Pvta? Traidor, Vendido? Parece pouco.
Toda a comunidade internacional fala da necessidade do levantamento do bloqueio e o próprio representante da Autoridade Palestiniana em Portugal a criticou por não fazer tudo o que pode para o exigir. Israel mata, ocupa território, condena milhares de mulheres e crianças à fome não permitindo a entrada de comida, água, medicamentos. Israel assalta barcos estrangeiros em águas internacionais violando todas as leis e nada lhe acontece. No meio de tudo isto, o Presidente dos Palestinianos vem apoiar esse bloqueio. Vergonha maior não pode haver.

3 comentários:

  1. Zé Leitão14/6/10 17:38

    Isso foi logo desmentido. E, posso estar enganado, quem mandou essa "notícia" para a "comunicação socila" foi Israel.

    ResponderEliminar
  2. Não sejas imbecil.

    ResponderEliminar

Ocorreu um erro neste dispositivo