quinta-feira, julho 08, 2010

O Cão de guarda da Europa capitalista

cão da europa

Esta coisa da Golden Share do governo da PT pode acabar por não ser mais que ruído, com a Telefónica a ficar com a Vivo, os accionistas com o dinheiro e a PT a fazer contas à vida, mas teve pelo menos a vantagem de fazer esta gente mostrar a sua verdadeira cara. Este, o "Nosso agente em Bruxelas", não perdeu tempo a vir dizer que a Comissão era contra as Golden Shares, não por opções politicas ou ideológicas, mas por serem a favor da liberdade do movimento de capitais, como se isso não fosse, por si só uma opção politica e ideológica. Os países não interessam, nem o dele, as pessoas ainda menos e o que conta é o negócio e o lucro a qualquer preço. Criam "Planos de estabilidade", défices e exigem PEC's e sacrifícios sobre os países e sobre as pessoas enquanto para os grandes grupos económicos não aceitam regras nem dificuldades. Veja-se o caso das Off-shores, tão criticadas quando anunciaram o inicio da crise, a quem apontaram o dedo como principal arma utilizadas pelos especuladores que a criaram. Tanto falaram da necessidade de acabar com elas mas hoje nem uma fechou nem se prevê que venha a fechar. Afinal, o "movimento de capitais tem de ter uma auto-estrada, sem portagem, para circular. É esta a Europa que temos e os dirigentes, verdadeiros cães de guarda, que lá colocaram para incrementar as suas politicas e ideologias.

Sem comentários:

Enviar um comentário

Ocorreu um erro neste dispositivo