domingo, outubro 10, 2010

O Homem-flôr

O Primeiro-ministro José Sócrates gasta em flores para "alindar" a sua casa em São Bento 69 mil euros num contrato feito por 3 anos. Quem não gosta de ver uma bela jarra de flores na sua casa? Possivelmente todos nós, mas quando o dinheiro começa a faltar para pagar a comida, essa é certamente uma das despesas que nos recusamos a fazer. O nosso engenheiro parece não pensar assim e prefere cortar na comida, dos outros, para poder continuar a ter as suas flores.
Sessenta e nove mil euros não resolvem os problemas do país, mas, como dizia a Senhora que mora no andar por cima da minha casa, dava para pagar o salário a dois ou três portuguêses, nem que fosse para produzirem flores.

8 comentários:

  1. Quem passar pela Alameda vê, nas torres gémeas do Instituto Superior Técnico, umas decalcomanias alusivas ao centenário da instituição. O preço foi 29700 euros. Este "investimento" em nada contribui para a "excelência" da instituição. Podem confirmar a veracidade desta afirmação em:

    http://www.base.gov.pt/_layouts/ccp/AjusteDirecto/Detail.aspx?idAjusteDirecto=184565&lk=srch

    ResponderEliminar
  2. Para qdo é q carregamos as nossas caçadeias e corremos com estes filhos da puta e,os próximos,os dos loureiros,limas,jardins,cardoso e cunhas?

    O pacóvio esperto do Cavaco q anda a chorar,tadinho já está à frente para salvar a pátria.Isto é do piorio,este povinho é MERDA!Por isso,temos a MERDA a q temos direito e,só a ditadura do Proletariado pode salvar a Civilização.Neste momento já há países Mad Max on running-vide a Somália,o México começa-se a parecer com os 'principados' medievais

    ResponderEliminar
  3. Enquanto o Conselho de Gestão (CG) do IST gasta 29700 euros em decalcomanias, o giz que compram não presta: tem baixa densidade, parte-se todo à mínima pressão, gasta-se um pau de giz em dois ou três quadros. Como as pessoas do CG já não dão aulas há muito tempo, ficam todas contentes com o dinheiro que "poupam" com estas decisões idióticas, e gastam depois a "poupança" em "windows graphics" a 29700 euros.

    ResponderEliminar
  4. como para furtar há arte que é ciência verdadeira...1653 ou 1743


    pois ó excelso fotomontador a 6000 de salário mínimo dava para 11
    locais
    a 2500 por ano dava para 27 dos agricultores ou pescadores com 80 anos
    na reforma


    dava para pagar o salário a dois ou três portuguêses,
    daqui se vê que tal como eu
    vocemessê ou é dos que furtam com unhas dobradas

    ou então só conhece gente dessa classe em que a arte de furtar é muito nobre

    e logo é dos que furtam com unhas descuidadas


    nem que fosse para produzirem flores.(pois nas estufas aí paga-se 25 euros por dia a romenos 10 horas por dia
    4 a 5 dias por semana durante 3 a 4 meses
    logo 1600 por romeno
    dava para 40 e tal romenos e moldavos dos que se chamam Ion's
    não dos outros que vão para as portas do Lidl
    para esses só dava para uns 20 que quando o inverno começa vão-se embora

    ResponderEliminar
  5. como tomando pouco
    se rouba mais que tomando muito

    e esta é a excelência desta arte

    ResponderEliminar
  6. Caro Bora Rat
    Não sei para quantos salários 23 mil euros anuais dão, não fiz as contas nem vou fazer. Sei é que dava para melhorar a viad de alguns. Sei é que há dinheiro mal gasto e muito dele para aumentar ainda mais o nosso endividamento.

    ResponderEliminar
  7. 69 é um número engraçado, quem sabe o homem não precisa mesmo das flores, deixem-no aproveitar enquanto lá está, quando tiver que recorrer ao "desemprego" já não pode usufruir de tantos arranjos florais ou de nenhum!...

    ResponderEliminar
  8. São muitos 23 mil euros de gastos supérfluos por esse país fora.

    ResponderEliminar

Ocorreu um erro neste dispositivo