domingo, dezembro 19, 2010

Tratado de Psiquiatria

Alberto João Jardim, no encerramento da discussão do Orçamento da Madeira para 2011 - ontem aprovados pelo PSD e com votos contra de toda a oposição -, desafiou a República a fazer um referendo para verificar "se os madeirenses aceitam este estatuto colonial" que "o Estado está a impor a este território".
Sem responder às questões da oposição sobre os números recorde de desemprego, endividamento público, insucesso escolar, pobreza e exclusão social na região, Jardim acusou os deputados do PS de serem "sopeiras de Lisboa, ao serviço do colonialismo", com "mentalidade de escravos, descendentes dos marroquinos e aliados dos ingleses", "um problema cavalar" e "um tratado de Psiquiatria".

Ouvir o João jardim é sempre um momentos capaz de nos fazer soltar uma sonora gargalhada. Já ninguém realmente o leva a sério neste o seu papel de Rei colonizado em luta pela liberdade do seu povo. Um verdadeiro tratado de Psiquiatria.

2 comentários:

  1. ninguém o leva a sério, a não ser os cerca de duzentos e cinquenta mil madeirenses, que afinal também são portugueses, ou não?

    ResponderEliminar
  2. A Mim Me Parece19/12/10 23:52

    Enquanto quizerem que o sejam. Porque quando não quizerem será a sorte deles. Parece-me.

    ResponderEliminar

Ocorreu um erro neste dispositivo