sexta-feira, janeiro 14, 2011

Dois pesos e duas medidas


PSD trava cortes nos salários dos magistrado. Penalizações a juízes e magistrados dos Ministério Público deverão hoje ser chumbadas no Parlamento. Caem, assim, por terra as medidas que o Executivo pretendia implementar em 2011 como cortes nos subsídios dos magistrados e contemplar os jubilados nas reduções salariais previstas no Orçamento de Estado, a quem seria também retirado o subsídio de casa.

Porque será que o PSD não se mostra tão defensor dos direitos de uma classe quando se fala de funcionários públicos ou trabalhadores por conta de outrém? Porque será que só mostra toda esta preocupação quando são os direitos dos mais poderosos que são colocados em casa? Porque será que neste caso o argumento da crise e do défice são relegados ao esquecimento? Ou será que este beijo à justiça, feito em nome da liberdade é um beijo interesseiro? Afinal, no estado deplorável em que se encontra a nossa justiça é sempre bom ter amigos bem colocados.

4 comentários:

  1. Só contam a parte que lhes interessa, demagogia no seu melhor!!!Os cortes dos vencimentos dos magistrados tal como de todos os restantes funcionários públicos ocorreram (melhor vão ocorrer) com base nas 2 normas introduzidas nos Estatutos de ambas as magistraturas, pela LEI do Orçamento de Estado!!Se tiverem dúvidas basta lá irem consultar - http://www.dre.pt/sug/1s/udr.asp?d=2010-12-31 -!!!

    ResponderEliminar
  2. Esta gente não nos merece qualquer tipo de atenção. Então não foi o Cavaco que já em plena campanha eleitoral disse: "os sacrifícios terão de ser repartidos por todos os portugueses e não só pelos mais desfavorecidos" Pelos vistos o apelo caiu em saco roto.

    Em relação aos subsídios de alojamento que os juízes e não só auferem, é de uma pouca vergonha só ao nível de gente corrupta e sem um pingo de vergonha. Há juízes que vivem, trabalham e têm a sua residência permanente no mesmo local e recebem o tal subsídio que segundo veio à estampa se situa nos 700€/mensais. Que merda de gente é esta?

    ResponderEliminar
  3. Tudo isto de pouco interessa... O Zé vai eleger Cavaco, e de seguida, elege Passos Coelho... porquê? É de onde vem o cheiro a erva fresca...

    ResponderEliminar

Ocorreu um erro neste dispositivo