terça-feira, janeiro 11, 2011

Justiça feita à medida


O Governo dos Estados Unidos conseguiu uma ordem de tribunal para que a rede social Twitter disponibilize detalhes sobre pessoas envolvidas com o site WikiLeaks. Foram pedidos os usernames, endereços, histórico de conexões, números de telefone e pormenores de pagamento.

Os Estados Unidos negociaram com o Japão a sua ajuda a derrubar a Sea Shepherd, que luta contra a caça nipónica aos cetáceos, em troca de Tóquio reduzir o número de animais abatidos todos os anos. Os Estados Unidos propuseram-se a investigar a situação fiscal da Sea Shepherd e a agir contra os activistas.

Todos conhecemos a vergonha em que se encontra a justiça em Portugal e da sua promiscuidade com o poder económico e político. Mas o que muitos escondem é que este não é um mal só deste país, mas uma estratégia e uma arma do sistema capitalista vigente. Basta olhar para estas duas notícias em que a justiça norte-americana é utilizada para servir os interesses do poder político. Lá se foi a independência do poder judicial pela pia abaixo mesmo no país que se arroga de paladino da liberdade e da democracia.

3 comentários:

  1. ewige blumenkraft?

    ResponderEliminar
  2. Há que tempos!!!Finalmente,viu.Aleluia.

    ResponderEliminar
  3. É triste ver um gajo em que alguns viram o mudar de paradigma em termos de política global, ser responsável por CRIMES destes. Sim são crimes legitimados pela poder de uma super potência que tá-se cagando para a liberdade do povo à informação e para a defesa dos direitos dos animais e da biodiversidade. P q pariu Obama.

    ResponderEliminar

Ocorreu um erro neste dispositivo