sábado, janeiro 29, 2011

O grande sacrificio do Sr. Silva


Um dia destes dei uma vista de olhos aos arquivos deste blog e apercebi-me que ele conta um pouco a história e acontecimentos deste país, pelo menos da forma como eu os vi. Por isso, e embora a noticia já tenha dois ou três dias não posso deixar de aqui registar a magnânima e desprendida atitude do Sr. Silva em prescindir do ordenado de Presidente da Republica. Pelo menos foi essa a ideia que me ficou depois de durante um dia inteiro ter ouvido repetidamente as noticias que o proclamavam. Noticias em que se esqueceram de dizer que só prescindiu desse ordenado porque a lei o obriga a escolher entre o salário e as 4 pensões de reforma que já aufere. Claro que escolheu aquela onde ganha melhor, como qualquer um de nós teria feito. O que não havia necessidade era de a comunicação social fazer tanto alarido da primeira parte e esquecer-se de mencionar a segunda. Se calhar não repararam que ele já ganhou as eleições e não necessita de mais propaganda.

6 comentários:

  1. Pois é,mas também não se esqueceram que ele vai sê-lo durante mais 4 anos. Por isso, convém continuar a amaciar.

    ResponderEliminar
  2. Ó Kaos se não é preciso mais propaganda porque é que lha continuas a fazer como desde o início deste blog? O Sr. Silva agradece, não gosta de ser desprezado. Pudera!

    ResponderEliminar
  3. O Sr. Silva na noite das eleições disse alto e bom som que queria saber quem estava por detrás da infâmia e das calúnias. Estaria a referir-se ao Kaos?

    ResponderEliminar
  4. 19:37
    Se me agradece quem sabe se um dia ainda me dá uma condecoração. Pelos vistos, na tua opinião esta gente pode fazer e dizer o que desejar e nós devemos fazer silencio.
    Talvez o meu blog se deva transformar e falar de abelhas e flores.
    Desculpa lá mas não me vou calar

    ResponderEliminar
  5. Tens bom remédio. Não são os de esquerda favoráveis ao casamento dos homossexuais? Fala do Carlos Castro!

    ResponderEliminar
  6. 23:29
    Remédios deixo para os doentes e quanto ao casamento é uma instituição que não me diz nada e da qual nem gosto.Para falar do Carlos Castro e de outras coisas que só servem para ganhar audiências já bastam os jornais e telejornais. Eu prefiro dizer o que penso e acredito. Manias

    ResponderEliminar

Ocorreu um erro neste dispositivo