domingo, janeiro 02, 2011

Um problema complexo

Os alunos portugueses do 8.º ao 12º ano têm dificuldade em escrever, raciocinar e resolver problemas mais complexos, revela o um estudo do Gabinete de Avaliação Educacional para o Ministério da Educação. Este estudo ensombra os bons resultados revelados pelo estudo do PISA da OCDE, que dava bons resultados aos lunos portugueses.

Tanta propaganda com os resultados do estudo do PISA e é o próprio ministério que trata dos programas e dos métodos de ensino que acaba por o desmentir. Na verdade, eu que tenho filhos nessa faixa da educação há muito que digo que os programas são inadequados e não ensinam os alunos a pensarem. Cada vez mais o que desejam é fazer mão de obra especializada, esquecendo que mais importante que debitar informação , mais importante que apostar no facilitismo para apresentar boas estatísticas, é ensinar as crianças a raciocinar. Também quem tem um primeiro-ministro com um curso de Engenharia tirado na ex-universidade independente e fez exames de Inglês técnico por fax não pode esperar muito mais que isso.

Sem comentários:

Enviar um comentário

Ocorreu um erro neste dispositivo