segunda-feira, março 28, 2011

Super-ratazanas

O PSD votou contra o PEC IV, apresentado pelo Governo no Parlamento, por considerar que não ia "suficientemente longe" para resolver o problema da dívida pública, afirmou este sábado Pedro Passos Coelho, em entrevista à agência Reuters. "Votámos contra o pacote de austeridade, não porque foi longe demais, mas porque não vai suficientemente longe para obter resultados na dívida pública", esclareceu.

Bastou ir ao beija-mão à Merkel para voltar armado em super-coelho. Em Portugal já defende o que criticava ainda há uma semana atrás e no estrangeiro mostra-se mais papista que o papa anunciando que vai malhar ainda mais forte e feito sobre os direitos sociais e rendimentos dos que pouco têm. Este super, mais rato que coelho, mostra não ser muito diferente do Sócrates e que com ele só podemos esperar mais mentiras, enganos e peques.
Estamos a tempo de mudar e de correr com esta gentinha sem categoria nem honra. Estamos a tempo de a esquerda esquecer o que os divide e apostar no que os une. Estamos a tempo de a esquerda nos apresentar uma alternativa credível e de serem uma verdadeira alternativa de poder.

4 comentários:

  1. A esquerda? Qual esquerda? O PS é de direita e outros ditos mais à esquerda querem é o deles. Essa esquerda de que se fala no post morre há trinta e tal anos devido a uma indigestão pois empanturraram-se no poder. Aonde só foi possível chegar de assalto, recorde-se. Portanto actualmente não há esquerda nenhuma que seja alternativa de poder.

    ResponderEliminar
  2. Anónimo 18:28
    Se não há alternativa tem de se criar. Quem oiça certas pessoas parece que o futuro já está escrito nas estrelas e que não temos qualquer poder sobre o nosso destino. Não aceito um fundamentalismo capitalista que só aponta para mais pobreza e miséria. Acredito que o homem pode mudar para melhor se fizer por isso e não tiver medo de enfrentar e fazer o futuro melhor para os nossos filhos

    ResponderEliminar
  3. Sem dúvida, a esquerda! À direita só vejo mais mediocridade, mentiras, e super-ratazanas! Ao centro é impensável, votar naquele fulano insuportável envolvido em marofas com submarinos.
    A esquerda é a única alternativa mais ou menos credível para o país.

    ResponderEliminar
  4. É votar à esquerda! O que é que querem? O PEC-5? No tempo do Salvador Allende, dizia o povo chileno: "este governo é uma mer**, mas é o meu governo". Como também se diz o Lula. Podem ser uma mer**, mas não comem da mão dos chupistas de Bruxelas e de Wall Street.

    ResponderEliminar

Ocorreu um erro neste dispositivo