sexta-feira, março 18, 2011

Um PEC de teatro de má qualidade

«Não queremos olhar mais para esta peça de teatro de má qualidade. Não vale a pena», afirmou Passos Coelho, que criticou o novo Programa de Estabilidade e Crescimento (PEC) pelo conteúdo e, sobretudo, pela forma como foi anunciado.

É realmente uma peça de teatro de muito má qualidade, sobretudo para quem sofre com as politicas deste bloco central. A história de um vendedor pouco ético e mentiroso e de um "pai" sério e competente e de um promissor e ambicioso jovem é realmente de muito má qualidade, sobretudo para os que mais sofrem com as suas politicas de destruição do estado, do que é publico e da dignidade dos cidadãos como pessoas. Um farsa que dura há tempo demais e com custos incalculáveis para o futuro de quase todos, (safam-se os que jogam golfe, têm bancos, offshores, ou servem os interesses do grande capital como gestores de topo. Não presta o autor, o encenador nem os actores que a representam. Que saia definitivamente de cena.


Sem comentários:

Enviar um comentário

Ocorreu um erro neste dispositivo