terça-feira, abril 12, 2011

O festim do FMI


Dizem que hoje chega o FMI à Portela. Eu pensava que eles já cá estavam há muito tempo. Vêm porque vão chegar muitos milhares de milhões a Portugal. Os primeiros que chegarem já têm destino traçado, são para a Banca, os outros lá irão parar à outra dimensão onde já se eclipsaram as ajudas europeias, seja na forma de TGVes, de submarinos ou BPeNes.
Quem paga? Nós, os nossos filhos e os filhos deles. Agora que dizem estar a chegar o FMI, que nos afirmam ir cortar direitos, trabalhos e salários de fazer já uma greve geral, de irmos todos para a rua dizer-lhes não. Dizem que não podemos sobreviver sem a ajuda, mas olhe-se para o estado em que se encontra a Grécia um ano depois de ter recebido a mesma ajuda. Continua falida, com os gregos mais pobres e com menos direitos e com taxas de juros de 15%. Imaginam como vamos estar daqui a um ano?

3 comentários:

  1. Este povinho não reage nem com a casa arrombada,desculpa Eça de Queiroz que duvidei do teu retrato a este país!
    Leiam as Farpas meus amigos e vejam se não estão também lá retratados.

    ResponderEliminar
  2. Aqui vai o link para o Eça:
    http://novaordemmundial.blogs.sapo.pt/arquivo/351189.html

    ResponderEliminar
  3. Daqui a 1 ano vamos estar pior claro está pois quando os tugas forem votar vão dar outra vez tiros nos pés e na cabeça pois lá vai tudo votar nos mesmos merdas de sempre ou não (mas ai há marosca na contagem dos votos)

    ResponderEliminar

Ocorreu um erro neste dispositivo