quinta-feira, abril 07, 2011

Quem manda realmente?


Bastou o Presidente do BCP primeiro e o do BES depois virem dizer que Portugal necessita imediatamente de pedir um empréstimo de urgência de 15 mil milhões de euros e que iam deixar de emprestar mais dinheiro ao estado para que todos, mesmo os que eram contra a entrada do FMI. o pedirem agora.
Não temos de recuar muitos anos para nos lembrarmos da altura em que o Estado financiou e deu o seu aval à banca para esta poder recorrer aos dinheiros do BCE a juros de um por cento e que depois emprestava a a 6, 7 e 8 por cento ou para lembrar quando o estado gastou milhares de milhões para evitar que a contaminação do BPN e do BPP destruísse a banca cá do jardim. Já temos de recuar mais no tempo para descobrirmos a partir de quando a banca tem sido beneficiada no pagamento de impostos e dos negócios chorudos proporcionados pelo estado. São estes mesmo senhores, a que os mercados já consideram como lixo, que agora exigem que o estado peça 15 mil milhões, certamente na esperança de lhe darem uma boa dentada.
O Sócrates é um teimoso e há muitos anos que anda a destruir a economia do país e a hipotecar o nosso futuro, mas estes senhores, que o apoiaram quando ele era uma mina de ouro para os interesses da banca, não são certamente os que meteram a mão na consciência e num ataque de nacionalismo estão preocupados em salvar Portugal. A sua gula pelo lucro é tão grande que, para ganharem um euro não hesitam em atirar o país para o chão. Bastou falarem e o Engenheiro já lhes garantiu os milhões que desejavam através da ajuda externa.

2 comentários:

  1. manda a necessidade

    mandam os depositantes com medo
    de quem os bancos se lembraram agora

    mandam os lucros dos bancos que só subsistem fora de Portugal

    agora isto tem publicidade
    http://pt.williamhillcasino.com/
    manda o jogo e a mistificação dos bens do mundo

    empolas de água que se desatam...e o pior é que a felicidade destes bens que as mais das vezes se trocam em miséria...
    Padre Manuel Bernardes há uns centos de anos

    manda a gula dos povos que gasta mais do que consegue pilhar

    ninguém manda
    esse é um dos problemas

    todos querem mandar
    esse é o outro problema

    ResponderEliminar
  2. Anónimo9/4/11 16:47

    Bem um para o outro, nãp há dúvida, o bufo e o mafioso, dessonesto, trapaceiro, e assim ladrão.

    ResponderEliminar

Ocorreu um erro neste dispositivo