terça-feira, maio 17, 2011

Coelho à moda de África


"Posso-vos garantir que eu sou o mais africano de todos os candidatos ao Parlamento que existem em Portugal", declarou Pedro Passos Coelho, durante um encontro com imigrantes, na Amadora. Neste encontro, Passos Coelho expressou o desejo de que" o Parlamento português pudesse também ter pessoas ligadas às comunidades africanas e até ao Brasil" e lamentou que "o PSD não tenha conseguido ainda desta vez encontrar alguém que pudesse funcionar como um símbolo especial" dessa ligação.

Já todos percebemos que entre africanos ele é um africano de gema, no Ribatejo o que melhor marra, no Minho o candidato que melhor dança o Vira e em Dezembro o que mais acredita no Pai Natal.

1 comentário:

  1. Mais uma das tiradas infelizes do putstivo candidato a 1º Ministro, do PPD/PSD. Era melhor que não dissesse asneira. Os deputados da Assembleia da República não são para defender os direitos, liberdades e garantias dos cidadãos portugueses, então, pergutna-se: sendo eu português, qual o sentido de estar lá um cidadão africano ou brasileiro a defender os meus direitos, regalias privilégios ou o que se queira chamar. Isto cabe na cabeça de alguém. Já não basta a quantidade de putas que vêm do Brasil, para trabalhar nas gigantescas redes de prostituição, no nosso país...

    ResponderEliminar

Ocorreu um erro neste dispositivo