segunda-feira, junho 13, 2011

Sem cura


No seu discurso, há uns dias, Cavaco Silva falou no caso do doente que não obedeceu às prescrições do médico. «Aos que não aceitam as ordens dos médicos, não se deve dar conselho médico. Não há cura para aquele que não quer ser curado. Não há ventos favoráveis para aquele que não tem rumo e não sabe para onde ir», citou, esclarecendo mais tarde que espera que os portugueses queiram ser curados.

Que raio de médico para a crise tínhamos de arranjar, logo aquele que foi quem nos contaminou com a doença. Para mais não confio sequer no diagnóstico quanto mais na prescrição e mais facilmente vamos morrer da cura que da doença.

3 comentários:

  1. É... O Presidente faz lembrar certos desenhadores que contaminam a blogosfera com o ódio que extravasam. E não era preciso fazer modificações na gravura. Bastava lá por a própria cara que, despudoradamente, de lá tiraram!

    ResponderEliminar
  2. Jacinto Gomes13/6/11 19:39

    Não há mal que sempre dure... e um dia destes a casa vem abaixo. Ah, pois é!!!!

    ResponderEliminar
  3. Isto é, o blog vem abaixo. Mas só quando a esquerda ganhar. Ou seja...nunca!

    ResponderEliminar

Ocorreu um erro neste dispositivo