terça-feira, julho 19, 2011

O valor do Euro


Muito gosta este país de discussões estéreis só pelo prazer da discussão. O Cavaco, que não tem nada de útil para dizer, lembrou-se de defender a desvalorização do Euro como uma boa solução para os problemas do país. Claro que houve quem viesse logo dizer que era um tremendo disparate que bom é haver um Euro forte para logo outros saírem em apoio à ideia. Partidos, candidatos a líderes, economistas, políticos e comentadores já todos têm uma opinião. A questão é para quê discutir um assunto quando não está, nem vai estar, nas nossas mãos o valorizar ou desvalorizar o Euro. Quem manda no Euro são o donos da Europa, o BCE e os mercados e nós não temos sequer voz no assunto. Podemos discutir se Portugal deve estar dentro ou fora do Euro, se devemos pagar, renegociar, auditar ou não pagar a divida, se queremos ou não fazer parte desta União Europeia e, mesmo isso tenho dúvidas que nos permitam escolher. É que há muito que a nossa soberania tem vindo a ser desbaratada e já pouco resta.

PS: Se o Sr.Silva quer desvalorizar alguma coisa, "desvalorize" o orçamento de 17 milhões de Euros do Palácio de Belém. Afinal é ele que defende que sacrifícios têm de ser para todos.

7 comentários:

  1. Na mouche. Que importa que o Sr. Silva ache que o Euro deve desvalorizar se nada depende de nós? Falar por falar. País de políticos mentecaptos. E é esta genta que governa. Chega!

    ResponderEliminar
  2. Quem é que dá importancia a este sr. Silva catavento?!.

    ResponderEliminar
  3. Sim, quem dá importância a esta tipo? Ninguém. Quem o ouve? Ninguém. Este tipo é a voz do dono, diz o que outros lhe dizem para dizer, aliás na linha do Passos. A UE só terá viabilidade quando a Alemanha sair do euro, ou os países periféricos lhe seguirem o caminho. Assim como está não dá. E já há vozes outrora euroséticas a defender isto.

    ResponderEliminar
  4. Isto é 'chuva no molhado', e não passa de mais uma manobra de distracção para desviar as atenções dos cidadãos relativamente aos cortes na despesa do Estado que nunca mais aparecem...
    Abraço

    ResponderEliminar
  5. Ainda ninguém percebeu que o homem está senil e por isso já não diz coisa com coisa?

    Zé de Aveiro

    ResponderEliminar
  6. O homem está senil, a sua voz não conta e tudo isso é verdade, mas também o é que o país se continua a afundar. Alguma coisa tem de ser feita e depressa.

    ResponderEliminar
  7. Também acho que o País se continua a afundar e todos nós também!
    O mais "engraçado" é que o Povo não abriu, nem abre os olhos, não percebe que com esta gente de merda não vamos lá!
    Não ouve a VOZ DA RAZÃO, tem uma pala que só deixa ver para um lado!
    É uma tristeza profunda!

    Zé de Aveiro

    ResponderEliminar

Ocorreu um erro neste dispositivo