sábado, setembro 10, 2011

A morte da saúde


Um terço dos hospitais-empresa chegou a uma situação limite e não há solução à vista. Ontem o ministro da Saúde alertou para a situação dos hospitais EPE, que representam mais de metade do parque hospitalar nacional, e que precisam de aumentar o capital 3 mil milhões de euros, depois de um défice que chegou aos 322 milhões de euros em 2010.
Os cortes na área da saúde podem também afetar a colheita de orgãos para transplante. O Ministério da Saúde não ficou surpreendido com os pedidos de demissão dos responsáveis da Autoridade do Sangue e Transplantação, tendo garantido que a qualidade e acesso aos transplantes se vão manter apesar dos cortes anunciados.
Com o objetivo de reduzir o défice na Saúde e poupar 19 milhões de euros, a partir de outubro o Governo deixa de comparticipar três vacinas e as pílulas contracetivas. O porta-voz do Movimento de Utentes dos Serviços Públicos considera a medida “desumana”.

O Ministro Paulo Macedo diz que não quer ser o coveiro do Serviço Nacional de Saúde mas corre o perigo de se tornar o coveiro de muitos portugueses. Não pode ser na qualidade da saúde dos cidadãos que se vai resolver o problema do défice público. Iam cortar nas gorduras do estado e afinal cortam é na vida dos cidadãos. Todos gostam muito de louvar o Paulo Macedo pelo seu trabalho nas Finanças, (embora me pareça que foi mais propaganda que realidade pois a fuga aos impostos continua em alta), mas cortar em impostos é diferente de cortar na saúde dos portugueses. Não se resolvem os problemas da economia cortando na esperança de vida.
A maior parte da divida da saúde é causada por algo que muitos criticaram quando transformaram alguns hospitais em empresas e outros em parcerias publico-privadas. Transformar a saúde num negócio é uma vergonha civilizacional.
Sempre paguei os meus impostos e se há área onde considero que são bem gastos é na saúde. Se morrer alguém devido às políticas deste ou de qualquer outro governo os responsaveis deveriam ser acusados de homicidio.

9 comentários:

  1. Totalmente de acordo.
    As políticas do PS já 'enterraram' caminho e as deste governo, 'arrepiam-no'.
    É ... quase que NAZI! Mas destas vez, é preciso ser-se rico ou cheio de cunhas para se sobreviver com a qualidade necessária.

    Já não sei o que dizer e pensar!

    ResponderEliminar
  2. sempre pagou os seus impostos

    infelizmente tá velhote e gasta mais
    do que o que descontou

    há 30 anos atrás entrava-se num hospital distrital (havia poucos)com 2 médicos a queixarem-se que ganhavam mal a jogar cartas às 3 da matina em cima dum velhote comatoso

    na sala de espera não havia ninguém

    porque exceptuando as macas e os canteiros de pedra
    nã havia lugares pra sentar

    agora há 42 lugares (dois ou três vão à vida por mês mas são substituidos todos os meses) e está semi-cheio até às 4 ou 5 da matina
    (há uns dois médicos no turno e 12 enfermeiros

    mais 10 nos serviços de observação internamento e radiologia
    e 30 enfermeiros e auxiliares

    não há mesa de matraquilhos mas alguns trazem as playstation de casa

    um dos técnicos é filho do médico radiologista

    que tem umas 6 casas radiológicas e de análises aqui no burgo

    junto com uns especialistas variados

    é um imperiozinho de 10 milhões por ano

    coisa pouca caqui há muito velhadas

    e a competição é muita

    ResponderEliminar
  3. O SNS deu pão a muita gente

    e apartamentos em Paris

    em 74 e 75 os médicos iam comprar radioisótopos a Paris e maquinaria aqui pró Hospital do Burgo

    Havia 6 framácias e dois centros de análises privadas

    Agora pela lista...há 48 pra análises
    23 para radiologia ultra-som e tomografia (destes só temos um)
    Exceptuando o do Hospital privado

    Framácias há 32 mas uma tá fechada

    a população do burgo e arredores
    aumentou talvex 40%

    curiosamente dantes o hospital encaixotava 2 por dia

    agora encaixota 3

    Tanto dinheiro e o pessoal continua morrendo

    Dantes morria-se em casa...

    agora preferem que vão bater as botas no hospital

    Cuidar de moribundos e de velhos é chato (eles cheiram mal e cagam-se todos até depois de mortos)

    ResponderEliminar
  4. Aqui a dívida nã vem de parcerias privadas vem de todo o lado

    e se praguntamos pruqué que nos arreceitam um antifúngico de 33 euros
    (28 de comparticipação) se o que temos é uma infecção bacteriana

    a senhora doutora Guineense-angolana-etc instalada há 25 anos por cá (ou russo de importação recente

    Diz que não está ali pra nos dar aulas de medicina

    nisto em 40 anos com SNS ou sem ele nada mudou

    mudaram as mezinhas e a taxa de sobrevivência da malta

    embora ficar 6 meses em coma
    ou 5 meses ligado à máquina
    é capaz de não ser grande progresso

    Mas tá descansado que mesmo que custe 3000 por semana se quiserem desligar-me...ê acordo e digo

    Desligar-me jámé....
    e pago a taxa de internamento de 5 euros por dia
    ou 0 se a velhota for adiabática

    é que fica mai barato que o lar

    e ê quero ir de férias....

    Já agora Kaos nã queres ir pra voluntário ai num dos hospitais da Zona

    há bolachinhas, ficas isento (se quiseres) (agora não garanto)
    dás um quartilho de sangue de 6 em 6 meses

    tive um tio-avô que deu 64 litros
    até apareceu no pasquim da terra

    deu até aos 82 anos (naquela altura eram pouco exigentes com o bilhete de identidade)

    Morreu com pneumonia algures aos 90 e tal apanhou-a no hospital quando partiu uma perna....disse que se curava em casa
    mas nã curou

    ResponderEliminar
  5. O actual SNS sofrerá tantos cortes, que terá inevitavelmente de prestar maus serviços, logo, as pessoas mudarão para seguros de saúde privados. Esta é a estratégia deste governo. Aliás, a escolha do actual ministro não é/foi inocente.

    ResponderEliminar
  6. O actual SNS por enquanto sofreu muitos cortes nas horas extraordinárias

    nos médicos que estão com licença sem vencimento ou em licença sabática de longa duração

    ou destacados em projectos vários

    não reza a história

    as 200 mil garrafinhas de éter ou os milhões de vacinas gripe e não só que vão para o lixo até ao fim do ano

    custaram 120 e tal milhões
    (a maior parte é das vacinas da gripe)
    com dinheiro deste até se podia fazer um laboratório de raiz para fabrico de vacinas

    e outro pra destilar éter etílico
    e reutilizá-lo...

    diga-se de passagem que éter etílico fora de prazo continua sendo éter
    não se transforma em binagre...

    ResponderEliminar
  7. o que sofre cortes é o senso comum...

    este ano bou ganhar menos à custa do estado...mas faço esse pequeno sacrifício
    15 mile razões pa nã haver cortes

    há quem tenha 16 847...por mês

    há quem tenha 150 ooo por semana

    há quem só tenha 120 000 de razões extraordinárias ao ano

    tenho pena
    até porque pagam menos jantares

    ResponderEliminar
  8. claro que a saude esta mal e precisa de cortes, so um mentecpto é que considera que o sns está bem e se recomenda... faz algum sentido admitir que um medico no sns não precreva exclusivamente genéricos aos doentes? haja pachorra, mas acima de tudo haja tomates para cortar com o bando de chulos que a pretexto da defesa do sns de saúde, mais não faz do que roubar o povo! Antes de continuar a escrever inanidades compare as despes per capita e em funcao do pib com outros países. estou farto destes discursos de defes das multinacionais farmaceuticas da corrupcao generalizada. játentou internar alguém num IPO para ver onde chegar a corrupcao?! ando a pagar para esta merda e para um bando de gajas fazerem abortos em vez de usarem a puta da pipula para nao engravidarem. Sabe que há fulans que ja abortaram mais de 10 vezes à custa do dinheirinho dos meus impostos???? se o sns está bem então você é o Einstein!!!

    ResponderEliminar
  9. o seu texto é completamente bronco!!!!!! raramente vi algo tao estupido na net!!!! você considera normal que um tipo tire o curso de farmaceutico e não possa abrir uma farmacia????? mas um qulauqer pato bravo com umas coroas e uns conhecimentos já pode???? e vem defender etse sistema?!?!?!?!

    ResponderEliminar

Ocorreu um erro neste dispositivo